Editorial
1 mês atrás

Viva o jornalismo, viva o jornalista

Em meio a ataques, desvalorização e tentativas de descredibilizar o trabalho do jornalista, o anúncio do Nobel da Paz 2021 a dois profissionais, um das Filipina e outro da Rússia, mostra que esse profissional merece mais respeito.
Maria Ressa e Dmitry Muratov foram escolhidos por defenderem a liberdade de expressão e ‘pela corajosa luta’ deles em seus países. Tentar calar essa voz, pelos menos dos bons profissionais que existem no mercado, só atrapalha no andamento da democracia e uma paz duradoura.

Viva o jornalismo, viva o jornalista
Foto: Reprodução

No caso do jornalista russo, o que não faltou foi coragem para seguir em frente. Motivos não faltaram para abandonar a profissão. Haja vista seis dos jornalistas que atuaram em seu meio de comunicação chamado ‘Novaya Gazeta’ terem sido assassinados. Todas mortes ocorreram depois que Vladimir Putin chegou ao poder na Rússia.
Ameaças também não faltaram à Maria Ressa, do site Rappler, que faz coberturas de matérias da violenta campanha contra as drogas promovida pelo governo das Filipinas, desmentindo publicações falsas em redes sociais. Por essas e outras, ela sofre uma campanha de perseguição do governo do país.

Feito um pequeno resumo do que esses dois guerreiros fizeram e fazem frente em busca de liberdade de expressão voltamos as nos concentrar na profissão e no profissional que também sofre aqui no Brasil e porque não dizer em Caieiras.

Exercer o jornalismo por aqui, exige muita coragem. Hoje temos exemplos mais amplos de perseguição. Mas não precisamos ir longe para ver o quanto pessoas dedicadas a desempenhar esse papel de informar, até mesmo em pequenas cidades, enfrentam por dizerem a verdade.

A classe jornalista, ou pelos menos os bons profissionais da área, ainda que enfrentando um turbilhão de problemas, devem estar orgulhosos desse prêmio destinado a dois colegas de trabalho.

Aos que tentam destituir a profissão, retirando a obrigatoriedade de diploma para exercer a atividade, por exemplo, bem como aqueles que a todo custo tentam denegrir nossa imagem, fica o aviso de que somos fortes, e muitas vezes, imbatíveis. Viva o jornalismo, viva o jornalista.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?