Franco da Rocha
2 meses atrás

Visitantes tentam enviar produtos ilícitos para cadeias de Franco da Rocha

A cada final de semana os agentes penitenciários dos presídios de Franco da Rocha são surpreendidos com a tentativa de enviar produtos ilícitos para dentro das cadeias. A SAP, Secretaria da Administração Penitenciária, registrou flagrantes entre os dias 20 e 24 de maio nas Penitenciária II “Nilton Silva”, III “José Aparecido Ribeiro” e no Centro de Progressão Penitenciária.

Visitantes tentam enviar produtos ilícitos para cadeias de Franco da Rocha
Maconha estava escondida dentro dois bolos industrializados (Divulgação/SAP)

Em um dos casos, os agentes apreenderam 116 papéis de entorpecente similar à droga K4 escondidos em meio a sabonetes e a pacotes de bolacha. Mães e companheira de custodiados da unidade prisional tentaram fazer com que os ilícitos entrassem na unidade prisional a partir do envio via correspondência. Porém, ao passarem por procedimento de revista via Raio-x, tiveram anormalidades identificadas em suas imagens.

Em outra situação, foram apreendidos aproximadamente 75 gramas de suposta cocaína e aproximadamente 80 gramas de suposta maconha, ambos ilícitos foram enviados via correspondência para custodiados da Pasta na unidade prisional. O entorpecente análogo à maconha estava escondido dentro dois bolos industrializados. Já o pó característico à cocaína estava camuflado em meio ao leite em pó.

Outros 12 pedaços de papel, supostamente sendo droga sintética K4, que foram enviadas via correspondência à unidade prisional, dentro de tubos de pasta de dente, também foram encontrados em outra apreensão.

Todos os casos foram encaminhadas ao Distrito Policial de Franco da Rocha para registro de Boletim de Ocorrência e demais providências.

Droga estava escondida em meio as bolachas (Divulgação/SAP)

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?