Editorial
3 semanas atrás

Violência gera violência

Novamente, o País e o mundo se chocou com cenas de uma pequena parcela de policiais militares abusando da autoridade na condução de uma ocorrência. É triste ter de falar de uma corporação honrada, mas que acaba manchada por alguns dos seus que não estão dentro do verdadeiro espírito da corporação, ou ainda maus treinados ou maus intencionados.

Violência gera violência
(Foto: Reprodução/Pixabay)

No mais recente episódio, um PM foi flagrado pisando sobre o pescoço de uma comerciante negra na região de Paralheiros, em São Paulo, enquanto ela está deitada no chão, rendida. A imagem é muito parecida a que ocorreu nos Estados Unidos e que levou à morte George Floyd, dando início a uma série de protestos no mundo todo.

Fizemos questão de comparar ao que ocorreu na terra do Tio Sam para mostrar que existem problemas desse tipo em qualquer parte do mundo. Situação que levam o policial fazer isso não faltam. Podemos citar desde o despreparo até a falta de apoio da própria corporação. Mas nada justifica o que aconteceu e o que acontece mundo a fora, quando a situação foge ao controle.

Cada caso é um caso e vale citar que as pessoas hoje em dia se tornaram valentes e não respeitam mais a polícia como antigamente. Isso contribui para que o policial extrapole para tentar manter a ordem, depois de insistir para que o averiguado contribua com o trabalho dele.

Fato é que a humanidade de forma geral mudou demais de alguns anos para cá e, infelizmente, para pior. Isso inclui também quem está do outro que deveria proteger a vida dos cidadãos, mas acaba extrapolando e agredindo, muitas vezes, de forma covarde.

Anos atrás, muitas situações eram resolvidas mais civilizadamente. Existia o respeito pelo policial, sentimento esse que se perdeu ao longo dos anos. Bastasse avistar uma viatura na rua para que que o sentimento de segurança ficasse aflorado. Hoje em dia, esse sentimento mudou e se mistura com o medo e a perplexidade de um possível descontrole não apenas da autoridade, mas muito mais por parte de cidadãos infratores que passaram a se achar intocáveis.

Realmente o sistema não colabora e estamos atravessando pela fase do salve-se quem puder. Se nada for feito com responsabilidade, a #fiquemcasa será para preservar a vida em razão de uma violência descomedida e não por uma pandemia.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?