Editorial
3 meses atrás

Vidas perdidas

Mais um caso de destrato com professor em sala de aula chocou as gerações daqueles que tinham respeito, admiração e consideração por aquele escolheu essa profissão por amor e a ela dá a vida para ensinar, custe o que custar.

Vidas perdidas

Thiago dos Santos Conceição, educador da rede pública do Rio de Janeiro, virou assunto da semana depois que alguns de seus alunos transformaram uma aula num episódio de humilhação e violência.

Ameaçado e acuado, ele manteve a calma que poucas pessoas teriam, mas saiu transtornado e, mesmo com tudo que passou, achando que iria morrer, se sentiu culpado por não conseguir transmitir ao jovem, o conhecimento necessário para que se tornasse uma pessoa do bem e pronta para encarar o mundo.

Difícil tratar novamente de violência, mas é inevitável. Quem confirma é o estudo feito pelo Sindicato dos Professores do estado de São Paulo que revela: 51% dos integrantes da categoria já sofreram algum tipo de agressão na escola.

Como tudo nesse País, mais isso se perdeu. Alguns anos atrás, tínhamos medo, ou melhor: respeito pelo professor, mas era bom, teve resultado positivo na vida de muitas pessoas e foi responsável por valores morais e éticos invendáveis, intransferíveis. Mas até isso, acabou.

Hoje em dia, infelizmente, cenas como essa vivida por Thiago são cada vez mais comuns em salas de aula das escolas brasileiras, públicas e particulares.

A falta de educação predomina e quem sofre são aqueles que amam ensinar, mas estão de mãos atadas, em razão da falta de apoio daqueles que deveriam ter o equilíbrio, mas pendem para o lado do marginal, do que faz a coisa errada.

Não dá mais para saber o que esperar deste Brasil quando quem ensina não pode mais ensinar e quem deveria educar, não faz porque não teve educação. Sem generalizar, mas é uma geração que causa medo e que traz preocupação.

Enquanto isso, políticos que deveriam voltar seus esforços para a educação por ser a base de tudo, se preocupam apenas em si próprios e com a educação de seus filhos, mas esquecem que foram eleitos para governar para todos e não apenas para alguns.

Nesse episódio, graças a Deus o professor não sofreu agressão física, mas outros não tiveram a mesma sorte e alguns até perderam a vida apenas pelo fato de querer ensinar e colocar limites onde é necessário. Não dá para aceitar, se calar e achar que tudo está certo.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?