Música
Nelson de Souza Lima » Música
1 mês atrás

Velhas Virgens contra a Covid-19

A maior banda independente do Brasil, segundo eles mesmos, não para nem na pandemia. Finalizando o novo disco, a ser lançado em setembro, a Velhas Virgens montou uma operação de guerra objetivando manter a banda ativa enquanto a Covid-19 não regride.

Velhas Virgens contra a Covid-19
(Foto: Reprodução)

De acordo com Alexandre “Cavalo” Dias, guitarrista e fundador do grupo, várias atividades foram criadas de modo a interagir com os fãs. “Montamos ações nas redes sociais, lançamentos de singles com clipes em que gravamos cada um na sua casa, gravações de músicas em que o fã tocava e a gente divulgava, enfim, um lance mais íntimo com o público”.

O ápice dessas ações será o lançamento de “O Bar Me Chama” no qual os caras trazem uma pegada mais setentista. De acordo com Dias, o “Paulão de Carvalho (vocalista) queria uma sonoridade voltada pros anos 70, que em algumas músicas conseguimos e outras nem tanto. Porém a pegada Blues e rock’n’roll está em todo o disco”.

“Cavalo” Dias acrescenta que a escolha de Gabriel Fernandes para produzir o álbum foi determinante no resultado. “Se o músico não sentir o dedo do produtor, não funciona. Escolhemos o Gabriel pra dar uma outra roupagem pro som, limpar um pouco os arranjos e acredito que funcionou muito bem. As músicas voltaram a simplicidade dos primeiros discos com novas temáticas. Foi bacana trabalhar com ele que tem dedos pequenos, não faz mal pra ninguém”. Um dos destaques do álbum é “Vícios e Pecados”, “é um blues pra falar da dor da separação e a Juliana Kosso encarnou muito bem. Aliás toda a banda, um arranjo simples que funciona bem pra dar vazão à voz da nossa vocalista”, conclui Dias.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?