Política
3 semanas atrás

Uso de máscara será obrigatório nas eleições municipais. Confira as regras

As eleições municipais deste ano serão acompanhadas de vários protocolos em razão do coronavírus. O presidente do TSE, Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, divulgou detalhes na terça-feira, 8. As regras fazem parte de um Plano de Segurança instituído pelo órgão para o primeiro e segundo turnos do pleito deste ano.

Uso de máscara será obrigatório nas eleições municipais. Confira as regras
(Foto: Reprodução/Internet)

O uso de máscara e de álcool em gel vai ser obrigatório para mesários e eleitores. A biometria, adotada em 2018, não será usada em 2020. Segundo Luís Barroso, ela prolonga em até 60% o tempo de votação, podendo contribuir para filas e aglomerações. Além disso, o Tribunal recomenda que cada eleitor leve a própria caneta para assinar antes de votar. A urna eletrônica não vai ser higienizada. A higienização deve ser feita pelo próprio eleitor, afirma Barroso.

Outro objetivo é evitar ao máximo o contato físico. Cada mesário vai receber três máscaras descartáveis e um “face shield”. Dessa vez, o título de eleitor não vai ser entregue pelo eleitor, apenas exibido. O mesário pode pedir para que ele abaixe rapidamente a máscara para identificação. Já o comprovante de votação vai ser entregue apenas para quem pedir. Segundo o ministro Luís Roberto Barroso, quem não seguir as regras vai ser proibido de votar.

O Tribunal Superior Eleitoral confirmou que a votação vai começar uma hora mais cedo, às sete da manhã. As três primeiras horas vão ser destinadas preferencialmente aos idosos.

De acordo com o TSE, é recomendável que pessoas com febre no dia da votação com que tiverem sido diagnosticadas com Covid-19 até 14 dias antes, não votem. As eleições estão marcadas para o dia 15 de novembro.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?