Entretenimento
Nelson de Souza Lima » Entretenimento
2 semanas atrás

Tornando visíveis os invisíveis – (re) construindo a história dos negros no Brasil

Infelizmente nosso país tem o preconceito no DNA. Isso é fato. Racista, misógino, homofóbico, entre tantas outras atrocidades que oprimem as chamadas minorias. Mulheres, negros e homossexuais são massacrados rotineiramente neste Brasil que insiste em manter os muros da intolerância em pé, sem intenção de derrubá-los. O resultado são centenas de mortes de inocentes que apenas ansiavam viver num país menos desigual com casos acontecendo de norte a sul, praticados por indivíduos irascíveis e intolerantes.

Tornando visíveis os invisíveis – (re) construindo a história dos negros no Brasil
Foto: Divulgação

No tocante à trajetória dos negros no Brasil diversos episódios os retrataram e, ainda retratam, como seres inferiores, relegados ao esquecimento, pois já dito várias vezes “a história é contada do ponto de vista dos vencedores”.

Desconsiderando a importância dos negros na construção deste enorme território, eles foram simplesmente transportados para o limbo, renegando seu papel nos livros e memória histórica.

Acompanho a coluna de Djamila Ribeiro, filósofa, escritora e ativista, que escreve na Folha de S. Paulo todas as sextas-feiras. Por intermédio dela soube de uma obra recém-lançada que escancara como a história invisibilizou mulheres e homens negros e quanto cada um, a seu modo,  lutou contra a opressão branca, massacrante e violenta.

Ribeiro já teve seu livro, “Pequeno Manual Antirracista”, resenhado no RN.

Link abaixo

https://rnews.com.br/para-entender-o-racismo-no-brasil.html’

A filósofa e escritora foi uma das responsáveis na organização do necessário “Uma nova História, feita de histórias – Personalidades negras invisibilizadas da História do Brasil”. Lançado pelo Editora Jandaíra em parceria com o Selo Sueli Carneiro, o livro começou a ser gerado em meados de 2020.

A ideia partiu do empresário Maurício Rocha que propôs à Djamila Ribeiro um edital convocando autores e autoras negras de todo Brasil a criarem textos biográficos sobre personagens negros que nunca foram reconhecidos nos nossos livros de história.

Mais de 200 textos foram enviados e, após a seleção feita por Rocha, Ribeiro e Lizandra Magon de Almeida, sócia-editora da Jandaíra, chegaram a 15 textos, sendo que no final foi incluído mais um, de Renato Noguera, professor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRJ), que biografou o escravizado Ventura Mina, que em 13 de maio de 1833 liderou a rebelião de escravos conhecida como Revolta das Carrancas.

O texto de Noguera é imprescindível pois menciona a deplorável decisão de Rui Barbosa, então Ministro da Fazenda do governo Deodoro da Fonseca, que em 14 de dezembro de 1890 ordenou a destruição de documentos referentes à escravidão, ato que impossibilitaria aos ex-escravagistas requerer indenização do Estado brasileiro. Esse descalabro também dificultou rastrear a origem africana de milhões de negros nascidos no Brasil.

Na apresentação da obra Lizandra Magos de Almeida diz “que reconstruir essas histórias é um trabalho de paciência e dedicação, quase uma busca de agulha no palheiro. O resultado, porém, é bonito como as vasilhas japonesas quebradas e reconstruídas com laca e ouro, em uma arte conhecida como kintsugi. Cada texto é construído a partir de referências fragmentadas retiradas de documentos históricos, da imprensa, de pesquisas acadêmicas e de depoimentos pessoais, entremeadas pelo ouro das reflexões e do talento de seus autores e autoras – que, assim como seus biografados e biografadas, também são as estrelas deste volume”.

Continua Lizandra: “Cada texto conta a história de uma pessoa, mas também de uma época da História do Brasil, e por isso decidimos organizar o livro de uma maneira peculiar: por ordem cronológica, mas não exatamente da data em que a pessoa biografada nasceu, mas do momento em que mais se destacou em sua contribuição para a História. Justamente para que nossos leitores(as) pudessem ler as histórias e a História em paralelo”.

A Diretora Editorial da Jandaíra conclui dizendo “que este livro seja mais uma contribuição para a construção de uma nova identidade brasileira, consciente de sua ancestralidade e de todas as interseccionalidades que nos tornam únicos e tão ricos coletivamente”.

Livro: Uma nova História, feita de histórias – Personalidades negras invisibilizadas da História do Brasil

Organização: Djamila Ribeiro, Lizandra Magon de Almeida e Maurício Rocha

Contém 270 páginas

www.editorajandaira.com.br

 

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?