Música
Nelson de Souza Lima » Música
1 mês atrás

Tom Brasil recebe Orquestra Rock

O Tom Brasil recebe no dia 31 de outubro em apresentação única a Orquestra Rock que promete agitar a galera executando grandes clássicos do gênero. Mesmo que ainda sigamos os protocolos sanitários com distanciamento e público acomodado em mesas o show é garantia de bate-cabeça.

Tom Brasil recebe Orquestra Rock
Foto: Reprodução

Regendo a Orquestra Rock, integrada por 36 músicos, está o maestro búlgaro Martin Lazarov, que além, de muito rock nacional mostrará um repertório com hits atemporais do Queen, Led Zeppelin, The Doors, Pink Floyd, Van Halen, Iron Maiden, Nirvana, AC/DC, Deep Purple e Guns’n Roses.

A cereja do bolo fica por conta da presença de Dinho Ouro Preto. O vocalista do Capital Inicial toma posse do mic e além de ser o mestre de cerimônias solta a garganta interpretando o set list com performance empolgante. Dinho Ouro Preto é grande band leader e, assim como outros contemporâneos, está chegando aos quarenta anos de carreira. Em outras palavras o brasiliense tem bagagem pra tornar a noite inesquecível.

Após cinco apresentações no interior de São Paulo o espetáculo chega à capital. E o detalhe mais importante é o caráter beneficente do show o qual terá renda revertida para três instituições assistenciais. São elas a ECOA, GRENDACC (Grupo em Defesa da Criança com Câncer) e Sítio Agar. A primeira busca conscientizar a população de preservação e cuidados com o meio ambiente. As demais tratam de apoio e acolhimento de crianças, jovens e idosos desamparados. Uma boa causa que mostra o quanto o rock and roll objetiva levar mensagens de amor e confraternização em prol dos carentes. Recomendo.

Serviço
Orquestra Rock com Dinho Ouro Preto
Dia 31 de outubro – 20 horas
Local: Tom Brasil
Rua Bragança Pta, 1281 – Sto Amaro
Classificação: 16 anos
Ingressos a partir de R$ 20,00
Inf: https://www.grupotombrasil.com.br/orquestra-rock/

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?