Música
Nelson de Souza Lima » Música
4 semanas atrás

The Bombers: cada vez mais explosivo

Com uma carreira musical de mais de vinte anos Matheus Krempel é batalhador do rock independente. À frente da The Bombers, banda formada em Santos, no meio dos anos 90, o guitarrista/vocalista sabe das dificuldades de ser músico, num país que desvaloriza o rock, e que foram acentuadas pela pandemia da Covid-19.

The Bombers: cada vez mais explosivo
Foto: Reprodução

Impossibilitado de fazer shows o grupo caiu de cabeça na produção online, lançando seus trampos nas plataformas digitais e muitas lives pra descolar uns trocos. A nova empreitada de Krempel e da The Bombers joga luz sobre o repasse dos royalties para os artistas, além de questionar a divulgação dos números de ouvintes mensais no Spotify. Nos próximos meses lançarão um EP a cada trinta dias na plataforma Bandcamp Friday e, com ajuda dos internautas, definirão as canções do próximo CD da banda.

Segundo Krempel, há no momento muita pressão pra cima dos artistas. “A divulgação desses números ao nosso ver só serve para estimular uma competição descabida entre artistas. Isso sem contar a pressão psicológica que a divulgação desses números traz. O Instagram já não divulga mais esses números publicamente.

Alguém já parou para entender o porque?”. O repasse dos royalties também é surreal: para ganhar três dólares são necessárias mil execuções das músicas. Krempel diz que “não abandonaremos o sistema vigente, mas definitivamente utilizaremos todas as ferramentas disponíveis a nosso favor e não o contrário”. Após a escolha das dez músicas no Bandcamp a The Bombers disponibilizará o álbum completo nas demais plataformas digitais. Insta dos caras: @nossomosobombersdesantos.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?