Auto News
3 semanas atrás

Suspensão de radares vale apenas em rodovias federais

A suspensão o uso de radares estático, móveis e portáteis determinadas pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, na semana passada, não alcança as rodovias estaduais. A situação gerou dúvida em alguns motoristas e o jornal Regional News entrou em contato com Secretaria de Logística e Transportes de São Paulo que informou o despacho ser exclusivamente sobre os equipamentos utilizados em rodovias federais.

Suspensão de radares vale apenas em rodovias federais
Radares operam normalmente na Rodovia Tancredo de Almeida Neves, SP-332 (Arquivo RN)

De acordo com a pasta, o Estado segue o que determina o Contran e dá preferência, nas rodovias paulistas, a radares do tipo fixo, estático e portátil.

A SLT lembra ainda que prioriza campanhas educacionais e operações de sinalização em suas estradas para combater o excesso de velocidade e imprudências ao volante. Os radares são utilizados na malha viária estadual paulista para que sejam mantidas as boas condições de segurança aos usuários, já que excesso de velocidade e imprudências são os fatores preponderantes na ocorrência de acidentes.

Na região de Caieiras, várias rodovias são estaduais, portanto é preciso estar atento. São os casos da Rodovia Tancredo de Almeida Neves, SP-332, Anhanguera, Bandeirantes e Luiz Salomão Chama que liga Franco da Rocha a Mairiporã.

No caso das rodovias federais, a suspensão dos equipamentos foi imposta até que o Ministério da Infraestrutura “conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas”.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?