Editorial
4 meses atrás

Solidariedade é tudo

Sem perspectivas de melhora no básico para sua sobrevivência e convivência, com tanta enganação e maracutaias enraizadas no DNA cultural e político, cada vez mais presente e evidente, o brasileiro recolhe o sentimento nobre da solidariedade e começa a mudar as estatísticas de sua então invejável postura e manifestação natural de bondade e sentimento de compadecimento com as dificuldades e sofrimentos de outras pessoas.

Solidariedade é tudo
(Foto: Reprodução)

Não daria para imaginar, mas até a solidariedade no Brasil está em queda e instituições estão tendo que se virar para recuperar doações. Um estudo divulgado recentemente mostrou que o país caiu da 75ª posição para 122ª na classificação que mede a caridade ao redor do mundo. O Brasil registra a pior posição na América Latina, atrás até da Venezuela que enfrenta uma crise sem fim.

A pesquisa registra o número de pessoas que, no mês anterior à consulta, doaram dinheiro para uma organização da sociedade civil, ajudaram um estranho ou fizeram trabalho voluntário. E acreditem, até mesmo o que o brasileiro ainda tem de bom está em queda: a solidariedade.

São várias as razões que contribuíram para o Brasil alcançar esses números negativos e uma delas é a forte crise econômica que o País ainda enfrenta. Ainda assim não deixa de ser um dado preocupante quando todo enxergam no brasileiro um povo solidário, independentemente da situação que está.

Se a solidariedade do nosso povo está em baixa, é dado o sinal de que algo de muito errado está acontecendo e é preciso corrigir o mais rápido possível. A começar por algo difícil, mas não impossível de se resolver ou minimizar: a desigualdade. É ela que mata, humilha e destrói.

Não dá para aceitar tamanha discrepância entre as posses conquistadas por meio de vantagens, enquanto outros trabalham muitas horas por dia e suas conquistas serem muito menores diante de um esforço descomunal para um resultado quase invisível. Para esses, o pouco ainda se faz muito e é suficiente para dividir com tantos. Enquanto isso, a ganância de outros, passa como rolo compressor em cima de valores que promovem a depreciação de um sentimento nobre como a solidariedade e compaixão pelo próximo, se extinguindo e minguando dia após dia e chegando num resultado preocupante como apontou o estudo. O momento é de reflexão e preciso deixar a compaixão ser evidenciada, apesar da falta de atitude dos que deveriam dar bom exemplo que tiram dos menos favorecidos sem peso na consciência. Que o digam os senhores que desviam verba pública de hospitais ou merenda escolar mesmo sabendo que estão prejudicando quem precisa.

É nesse diapasão que a torcida se direciona para que a renovação feita nas eleições de outubro faça jus à esperança depositada em alguém que prometeu uma luz no final do túnel ao povo que não aguenta mais sofrer.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?