Cotidiano
Celina Peres » Cotidiano
1 semana atrás

Semana do Brasil, a “Black Friday verde e amarela”

A Semana do Brasil, uma espécie de “Black Friday verde e amarela” segue a todo vapor até o dia 15. A campanha lançada pelo governo federal chega para estimular o consumo durante a semana do dia 7 de setembro, data em que se celebra a Independência do Brasil.

Semana do Brasil, a “Black Friday verde e amarela”

Durante esses dias, mais de 4 mil empresas de todo o país vão oferecer descontos e promoções em produtos e serviços. Segundo o governo, foram mobilizados diferentes segmentos do varejo, comércio e serviços, com o objetivo de trazer “benefícios reais” aos consumidores. Cada empresa poderá aplicar o desconto e a promoção que quiser ao longo desse período.

“Um mês que não tinha uma data de comércio passará a ter uma data de comércio e turismo”, disse Fábio Wajngarten, titular da Secom, Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

Ao discursar no lançamento da iniciativa, o presidente Jair Bolsonro manifestou confiança na recuperação da economia brasileira. “É o momento em que nós estamos nos reencontrando com as cores da nossa bandeira e o lema Ordem e Progresso. O Brasil vai sair dessa. Nós, juntos, vamos fazer um Brasil diferente. Vamos, lá na frente, apesar do orçamento complicado, dar a volta por cima”, disse.

“Todas as datas do calendário de comércio têm anos de vida e décadas. Sejamos persistentes e pacientes. A própria Black Friday, realizada em novembro de cada ano, demorou para se consolidar e ainda está sendo construída no varejo brasileiro”, disse Fábio Wajngarten, durante pronunciamento de apresentação da campanha.

Igualmente a Black Friday, as principais lojas de e-commerce participarão do evento, entre elas Havan e Ricardo Eletro. Os descontos são variados, mas podem chegar a 80%, como é o caso do Ponto Frio e das Casas Bahia.

Lojas participantes

Para estimular economia, começa a Semana do Brasil (foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Para estimular economia, começa a Semana do Brasil (foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Mais de 4.000 mil empresas se cadastraram no site da campanha. Além das lojas varejistas, os brasileiros poderão encontrar promoções e descontos em hotéis, lojas de automóveis, instituições financeiras, agências de viagens, restaurantes, lojas de departamento e ações em segmentos.

Lojas de departamento de renome, também aderiram à iniciativa do governo. As promoções variam de acordo com cada estabelecimento e a categoria de produtos. O Ponto Frio, que integra o Via Varejo, por exemplo, divulga promoções com até 80% de desconto em aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos. O mesmo ocorre com as Casas Bahia, pertencente ao mesmo grupo.

Para atrair os consumidores, a Havan garante facilidade no pagamento, além de promoções em notebooks, jogos, eletrônicos e itens para a casa. A Ricardo Eletro, por sua vez, promete descontos de até 70% e a Fast Shop garante até 45% e pagamento em até 12 vezes sem juros.

As ofertas, no entanto, não se limitam as lojas virtuais e abrangem diversas categorias de produtos. A Etna que comercializa móveis e diversos artigos para casa promete produtos até 50% mais baratos, e a Sephora, que vende de cosméticos, também entrou na campanha com descontos de até 40% em maquiagens.

No caso de instituições financeiras, a Caixa está oferecendo descontos e vantagens para clientes Pessoa Física. No período da campanha, o banco oferece vantagens para clientes que contratarem o CDC, Crédito Direto CAIXA, linha de crédito pessoal sem garantias e sem destinação de uso. A depender da análise de crédito e do relacionamento do cliente, as taxas de juros variam de 1,99% a.m. a 2,99% a.m.. No Crédito Consignado, os clientes têm desconto de até 10% adicionais nas taxas atuais.

O banco também oferece desconto de 10% na taxa de administração para contratação do Consórcio Imobiliário e de Automóvel e no prêmio líquido dos seguros Residencial e Multirrisco Empresarial. Os clientes que contratarem o Seguro de Vida na modalidade de pagamento mensal, nesse período, poderão utilizar 40% do valor da parcela contratada, mínimo de R$10,00 e máximo de R$50,00, para resgate de benefícios, conforme condições a serem consultadas nas agências do banco.

A lista completa dos estabelecimentos participantes está disponível no site da campanha: http://www.brasil.gov.br/semanadobrasil/participantes/.

Promoção verdadeira

Não tem jeito, basta ficar sabendo de uma promoção que a tentação para sair comprando é grande. Mas como saber se um produto online está realmente mais barato?

É importante, além de conhecer a média de preço de um produto, usar ferramentas para descobrir uma promoção é verdadeira, já que infelizmente, algumas lojas usam datas comemorativos para enganar consumidores oferecendo ofertas falsas.

Se liga nessas dicas: os usuários do Chrome contam com extensões, como Mais Barato PROTESTE e Vigia de Preço, que comparam o histórico de preços de um produto para informar se o valor atual é realmente baixo.
Algumas lojas podem aumentar os preços de seus itens à venda antes do período da campanha, algo que já foi registrado durante a Black Friday. No entanto, é possível encontrar diversas ferramentas na web que deduram se uma loja subiu os preços para simular descontos.

Consumidores podem encontrar na web alguns serviços que comparam preços em diversas lojas online. Três delas que oferecem opções para comparar preços são: Buscapé, Zoom e Bondfaro. Basta digitar o nome do produto e analisar qual está mais barato e quanto custava antes da campanha.

Já os usuários de smartphones contam com aplicativos que vasculham a Internet para oferecer produtos em desconto. A ferramenta gratuita Menor Preço, disponível para iPhone (iOS) e Android, monitora preços em lojas nos estados do Paraná, Espírito Santo e Pernambuco.

Outras ações mais específicas, como Pinngo e o Consulta Remédios, podem ajudar a identificar bons preços em supermercados e em itens de farmácia.

Como aproveitar as ofertas?

Para evitar cair em tentações e evitar se endividar é preciso cuidado, já que comprar por impulso, gastar mais do que deveria e não pesquisar, estão entre os erros mais comuns dos consumidores que se deparam com grandes ofertas.

Sendo assim, para aproveitar as melhores promoções de campanhas como essas é interessante seguir algumas recomendações:

É preciso ter foco no que precisa. Não ter uma lista de produtos que você necessita e pretende comprar é um grande erro, garante especialistas. Durante a Semana do Brasil haverá muitas ofertas tentadoras, que poderão levar seu dinheiro, gerando compras desnecessárias.

Para evitar esse tipo de situação é ideal que o consumidor crie uma lista de produtos que deseja comprar, classificando-os por prioridade.

Outra recomendação é saber do seu orçamento. Ter ciência exatamente quanto pode gastar na ajuda o consumidor a fazer escolhas mais assertivas, então é ideal que o comprador defina um orçamento para as compras e inclusive pense no que será comprado à vista e o que será parcelado.

Evite golpes

Esse período onde as pessoas estão ansiosas para aproveitar as ofertas também é quando golpistas aparecem para enganar consumidores, oferecendo anúncios falsos. Nesses casos, algumas dicas básicas podem ajudar.

Formas de pagamento

Suspeite quando uma loja oferece apenas opções de pagamento por boleto ou depósito bancário. As lojas virtuais precisam cumprir uma série de exigências legais para poderem receber transações por cartão, um processo que seria extremamente oneroso para um fraudador”, garante Tom Canabarro, co-fundador da Konduto, empresa de antifraude para pagamentos online. Assim, o cartão de crédito é a opção mais segura e ainda oferece a possibilidade de ressarcimento, caso o usuário tenha algum problema;

Valores muito baixos

A pesquisa continua sendo fundamental. Portanto, os consumidores devem averiguar por um produto antes de fechar a compra em uma loja que traz uma promoção que chama atenção. Dessa forma, é possível acompanhar variações de preços e identificar quando um produto está com valor dentro da média;

Medidas de segurança

Em datas comemorativas, os golpistas disparam muitos e-mails falsos. Sendo assim, uma dica é ter softwares antivírus atualizados e cultivar condutas de segurança na web. Além disso, não se deve enviar dados pessoais para ninguém, seja por e-mail, SMS, mensageiros ou redes sociais.

Sites falsos

Aproveitando o período, farsantes podem criar lojas falsas e até mesmo clonar sites de grandes empresas. Nesse caso, o consumidor deve tomar muito cuidado e atentar a detalhes que podem indicar que o endereço é utilizado por fraudadores. Pesquisar sobre a loja no site Reclame Aqui é válido.

Com todos os cuidados tomados, é hora de comprar com segurança.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?