Caieiras
6 meses atrás

Saúde de Caieiras rebate críticas sobre atendimento

Se antes mesmo da pandemia do coronavírus no Brasil, as críticas a saúde pública em todo País eram constantes, em meio a toda essa situação de pandemia, só piorou. Quem depende do setor para um tratamento ou simples consulta já tinha reclamações e nos dias atuais em que o Covid 19 é a bola da vez, os apontamentos de antigos problemas e cobrança por providências dos responsáveis para melhorar o setor é grande, mas o empenho da equipe tem sido bem maior para atender a demanda.

Saúde de Caieiras rebate críticas sobre atendimento
(Foto: Reprodução)

Com a cidade de Caieiras não é diferente e, a área da saúde que sempre foi criticada, voltou a ser citada por munícipes que alegam ocorrer muita demora para conseguirem uma consulta com clínico geral, pediatra, ginecologista e ortopedista.

Odair da Silva é um cidadão que enfrenta problema para conseguir uma consulta com cardiologista. “Eu estou sem passar no cardiologista desde dezembro de 2019. São várias as tentativas e não consigo atendimento”, disse.

A demora para ser consultado por um dermatologista e ortopedista foi o que citou Claudemir Costa. “Estou na fila para um dermatologista há quase 2 anos e ortopedista há mais ou menos 1 ano”.

Já Claudia Santos foi mais além e diz não ter médico quando precisa. “A saúde de Caieiras precisa funcionar em todas as especialidades. Difícil ter médico”.

As críticas foram levadas a conhecimento da Secretaria Municipal da Saúde que rebateu e orientou em casos de emergência.

Quanto a reclamação da falta de cardiologista, o Secretário da pasta informou não ser verdade e garantiu que antes mesmo da pandemia, nem fila tinha. “Atualmente estamos atendendo as urgências previamente avaliadas pelos Clínicos que estão em atendimento normal nas UBS. Em caso de necessidade o paciente é encaminhado ao especialista específico. Importante ressaltar que tal conduta está sendo adotada por todos os municípios da região”, explicou Dr. Eduardo Souza.

Quanto à dermatologia e ortopedia, a Secretaria da Saúde esclareceu ter dois profissionais em cada ocupação. “São especialidades que demandam um número muito grande de atendimento, motivo pelo qual em fevereiro deste ano, foi contratado mais um profissional para atender dermatologia. Porém em razão da pandemia o atendimento está ocorrendo da forma descrita na resposta anterior”, falou o secretário.

Por fim, rechaçou a afirmação de quem não tem médico. “Não é verdade que não tem médico. Dependendo da especialidade a demanda é maior e consequentemente a espera também. Demonstrar que a afirmação não procede, informamos que, de março de 2019 a março de 2020, foram realizados 104.299 atendimentos na Atenção Básica do município e 181.828 atendimentos no Pronto Atendimento”, finaliza a nota encaminhada ao jornal.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?