Cotidiano
5 meses atrás

Saque de FGTS deve ser limitado a R$ 500. Anúncio será feito essa semana

Depois de anunciar que pretendia liberar os saques das contas ativas e inativas do FGTS, mas sem dar muitos detalhes, o governo estuda agora limitar a retirada em R$ 500 neste ano. O valor máximo valeria para cada conta que o trabalhador tiver.

Saque de FGTS deve ser limitado a R$ 500. Anúncio será feito essa semana
(Foto: Reprodução)

O limite foi debatido na segunda-feira, 22, em uma reunião no Ministério da Economia, segundo informações obtidas pelo Estadão/Broadcast. O público-alvo da medida são 100 milhões de contas do fundo – um trabalhador pode ter mais de uma conta.

Para 2020, o governo estuda permitir uma nova modalidade de retirada dos recursos do fundo, com o saque anual no aniversário do trabalhador. Se escolher essa opção, ele teria que abrir mão de resgatar a totalidade do FGTS caso seja demitido sem justa causa. Nessa situação, continuaria a sacar a parcela dos recursos anualmente até acabar.

A ideia agora é ampliar as faixas do saque no aniversário. Estão sendo estudadas faixas de limite e também um valor fixo. Por exemplo: quem tem até R$ 500 poderia sacar a metade. A partir daí, seria fixado um percentual mais um valor fixo. Para quem tem acima de R$ 20 mil, a opção estudada é limitar em 5% mais um valor fixo de R$ 2.900.

Até a semana passada, o governo estudava liberar até 35% das contas ativas e inativas do FGTS. O limite de R$ 500 para este ano seria uma forma de atender ao setor de construção civil, que pressionou o governo por preocupações com uma redução de recursos para o financiamento imobiliário. O anúncio sobre alterações no FGTS pode ser feito na quarta-feira, 24.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?