Artigo
3 meses atrás

Revolução moral

Em idos do século XIX, na Europa, passamos pela chamada revolução industrial, movimento preparatório de nossos dias, onde começavam a se fomentar os processos fabris, da produção em escala, da formação de uma economia de mercado, de um ritmo de vida até hoje em franca expansão nas sociedades de fundo capitalista. Mas o que é indústria? Será que a ideia que possuímos é efetivamente correta em relação à transformação de matéria-prima ou emprego de processos produtivos. Ou indústria talvez seja algo mais, algo já sinalizado desde a produção da primeira ferramenta que essa grande mãe da invenção, a necessidade, sugeriu já atrás quando mal nos mantínhamos eretos ainda? Indústria é a expressão nossa potência intelectual, observando um fim produtivo.

Revolução moral
(Foto: Reprodução)

O grande problema se dá em relação à variável do sistema, ou seja, exatamente o ser humano. Ele começa a perceber que se valer de seu intelecto para suplantar sua capacidade produtiva, e que nesse excedente consegue acumular recursos que acabam por subverter a ordem natural até então praticada no globo, e o trabalho perde a característica do essencial para a vida e o conforto e passa a fomentar o acúmulo de riquesas. É como tudo no universo, os excessos sempre prejudicam e se acentuam as degradações morais, ambientais, destruindo nossa casa Terra, como tanto temos falado nesses anos.

Enfim, muitos progressos, mas muitos retrocessos, aos quais a própria imperfeição nos lança. As luzes de Henry Ford iluminem nossa intelectualidade. Mais do que isso a linha de automatização de nossa moral.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?