Editorial
3 meses atrás

Resgatando uma política séria

O número de abstenções voltou a chamar atenção no segundo turno das eleições em 57 cidades do País. A cada corrida eleitoral, a quantidade de cidadãos que deixam votar aumenta e isso é preocupante.

Resgatando uma política séria
Reprodução/Pixabay

Mesmo com a política desacreditada, cada um deve fazer sua parte e cumprir sua obrigação, sem jogar no colo do outro a responsabilidade por uma má administração, por exemplo.

Quando você deixa de votar, indiretamente perde o poder de fazer as cobranças aclamando os direitos que todo cidadão possui por força constitucional, seja pelo pagamento de impostos, ou simplesmente por ser brasileiro. De fato, os direitos são claros, são conquistas próprias, porém não menos importante do que não permitir um candidato menos preparado ganhar uma eleição.

Deixar de votar não é a melhor forma de protestar. Pelo contrário. O poder do voto está em nossas mãos e vale a pena fazer jus por ele. Em muitos casos, a ausência nas urnas chancela a continuidade do mesmo ou entrada de quem não deveria. Se havia uma chance, ela estava na urna, com o voto.

As pessoas precisam entender que a política é necessária para a sociedade. Simplesmente abandonar esse dever de cidadão não vai contribuir para melhorias, podendo na verdade prejudicar ainda mais.

É fato que em meio às tantas roubalheiras e sacanagem que vemos no dia a dia envolvendo política suja desanima qualquer um. No entanto, é por meio de união de todos, no momento de escolher pelo voto que poderá haver um ponto final nessa malandragem já prevista por candidatos espertalhões.

Se o número de abstenção surge como ponto negativo, por outro lado vemos cada vez mais jovens, longe de siglas radicalistas, se lançando na política com novas ideias e ideais, merecendo um voto de confiança.

O Brasil tem jeito. É assim que devemos pensar e buscar por justiça aos que usam o poder para fazer o mal. Uma ótima punição aos maus políticos é tirando deles o poder. E o eleitor tem esse poder. Mas quando deixa de participar deste ato democrático e obrigatório, tende a deixar pior a situação.

Daqui a dois anos novas eleições chegarão, desta vez para escolher o presidente, governador, senadores e deputados. Ante ao vultuoso número de votos nulos e brancos, é chegada a hora de pensar no país e parar de achar que é só mais um voto em branco, que é só mais um voto nulo. A proporção de pessoas que pensaram assim mostrou egoísmo e falta de cidadania.

Brasileiro que ama a Pátria tem de votar e ter a coragem de enfrentar quem não presta para melhorar a vida das pessoas, de verdade. Use esse poder para depois cobrar com propriedade quando teve a chance de decidir fazendo questão de comparecer no dia e hora certa.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?