Artigo
Dr. Fabio Cenachi » Artigo
2 meses atrás

Raízes da história

Feriado municipal. Mais um aniversário para a cidade dos fornos de cal. O dia acorda mais lento, o travesseiro parece mais convidativo e a gente acaba ficando um pouquinho mais naquele cobre-descobre, senta-deita na beira da cama, até que se toma fôlego e vai cuidar da vida. Olhando pela janela, durante uma xícara de café lentamente servida, a garotada brincando no quintal, sob a sombra de uma velha goiabeira que já fora companheira de aventuras de muitas crianças que por ali passaram em suas infâncias. Aliás, como é das goiabeiras, sua madeira forte havia crescido e suas raízes penetrado fundo terreno, fixando aquela árvore no quintal da casa.

Naquela época, com o calor de dezembro, seus galhos estavam cheio de frutas e seu perfume rescendia por tudo, atraindo abelhas em busca da seiva para o mel, e passarinhos experimentando os frutos mais moles com seus bicos que telegrafavam a doçura dos frutos. O diálogo feliz das crianças trouxe aquela lembrança melancólica, presente no fundinho de nossas memórias, que só vem à tona nesses momentos de paz. Na mão dos pequenos havia um livro velho, desses almanaques dos anos que já esquecemos. Dentro de casa, no fundo daquela poltrona preferida, algo havia chamado a atenção naquele velho almanaque. Um rápido passar de olhos pelo livreto, na mão das crianças, trouxe a história de um mundo que já ficou para atrás. Como é forte esse elo, da vivência, da cultura. Lembrei da goiabeira, raízes fortes de uma madeira dura. Propiciam uma copa frondosa, com frutos doces. Pássaros. Abelhas. Vida. Cultura é vida. A história, as tradições, a seiva. Feliz aniversário “Cidade dos Pinheirais”.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?