Editorial
2 meses atrás

Que venha 2020

Estamos diante de mais um ano inteiro que vem pela frente com desafios e obstáculos e quem não teve a sorte e o sonho realizado de ganhar na Mega-Sena da Virada, precisa começar a se virar como pode e se empenhar para pagar os inevitáveis e indesejáveis impostos que chegam sem pedir licença após um período de muitos gastos com festas, presentes e viagens.

Que venha 2020
(Foto: Reprodução)

Como não dá para fugir dessas cobranças que tem como principais vilões o IPVA e o IPTU, sem dizer a matrícula escolar dos filhos, resta ao contribuinte economizar e ver o que sobrou do abono de fim de ano para encarar esses custos que contam ainda com outros gastos, como material escolar, seguros, parcelas assumidas no cartão crédito, etc.

Assim começa 2020, cheio de feriados pela frente, e com a maioria encarando dificuldades financeiras, os números estão aí para confirmar, apesar de que ninguém parece ter muito o que reclamar, haja vista os shoppings cheios, praias lotadas e turismo abarrotado.

O jeito é encarar já que não dá para deixar de honrar essas taxas. Afinal, se não pagar o IPVA, pasmem, não podemos utilizar nosso veículo. Se não quitar o IPTU, temos a casa que tanto sofremos para construir ou comprar à vista ou financiada em parcelas a perder de vista, levada a leilão.

Deixando as contrariedades de lado, esse é o País que escolhemos para viver e o novo ano chega cheio de feriados e muitas folgas, mas que demanda cuidado quando o assunto é despesa. Tudo tem dois lados. O lazer traz felicidade, mas tem seu preço.

Não custa lembrar que nessa história quem sempre sai perdendo é a população que tanto luta e merecia um pouco mais de respeito e uma contrapartida satisfatória. Será que é pedir demais? Não seria, se não houvesse tanta roubalheira como nunca se viu na história desse País. A esperança fica na nova política que parece, mesmo com tantos ainda torcendo contra, estar buscando fazer o certo, como erros que são inevitáveis, mas demonstra mais interesse em querer resolver os erros de um passado não tão distante.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?