Editorial
3 semanas atrás

Que sejam azuis todas as ações

As campanhas são sequencias, bem intencionadas e até bem pensadas, mas o que precisamos mesmo que não fiquem apenas no papel, fachadas de prédios e nas redes sociais.

Que sejam azuis todas as ações
Foto: Reprodução

Depois do Outubro Rosa, chega o Novembro Azul, celebrado este mês para chamar a atenção da prevenção do câncer de próstata, a segunda doença que mais mata homens no mundo.

Independentemente da cor, conceitos ou preconceitos, o importante é saber que campanhas de conscientização foram feitas para alertar e a população deve aderir e aproveitar as informações que acompanham essas ações mais que necessárias e válidas.

Um pouco diferente da campanha voltada às mulheres, no caso dos homens ainda existe um tabu que deve ser quebrado quanto a realização dos exames diagnósticos. Ignorâncias a parte, não é hora de se achar ‘machão’ e deixar de lado determinadas iniciativas que podem antecipar um tratamento descoberto antecipadamente e então prolongar a vida.

Lógico que ninguém está preparado para receber um diagnóstico do câncer. É exatamente por isso que muitas pessoas se sentem inseguras na hora de realizar algum tipo de exame preventivo, por terem medo de obter o resultado de uma doença um pouco mais séria, como é o caso do câncer de próstata.

É exatamente para quebrar preconceitos que foram criadas as campanhas Outubro Rosa e a Novembro Azul. Como não se brinca com a saúde, muito menos com uma doença que pode levar à morte, nada de ser intocável.

A hora é de buscar por informações, diagnósticos e demais procedimentos de prevenção. Com o avanço da medicina, só não previne uma doença quem não quer. Àqueles que tem medo do diagnóstico, os urologistas enfatizam que a medicina tem evoluído para proporcionar aos pacientes tratamentos menos invasivos e cada vez mais eficazes.

Aos governantes fica o puxão de orelhas para que não iluminem prédios públicos com a cor da campanha, mas ofereça à população que depende do sistema, condições e atendimento dignos para que o azul da campanha seja a cor da vida.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?