Caieiras
1 mês atrás

Pronto-socorro de Caieiras carece de manutenção

Não é novidade para ninguém que a saúde pública no Brasil vai de mal a pior. Em Caieiras, por mais que exista esforço da gestão pública em atender a população, o setor também apresenta dificuldades somadas à demanda crescente que colabora para o descontentamento de muitos cidadãos.

Pronto-socorro de Caieiras carece de manutenção
Estado de conservação de cadeiras e outros equipamentos está ruim (Arquivo Pessoal)

Contudo, uma das reclamações que chegou à redação vai ao encontro à maioria dos reclamos dos que precisam passar por consultas de emergência no pronto-socorro.

Os apontamentos são a demora, mau atendimento e outros problemas que aborrecem pacientes e acompanhantes que cobram uma posição dos responsáveis em busca de melhoras.

André Alquimim, morador do Jardim Marcelino, enfrentou problemas no PS adulto quando acompanhou a esposa que estava passando mal. O caso ocorreu em 4 de novembro.

De acordo com ele, que encaminhou a reclamação e fotos para o jornal Regional News, o tratamento dispensado no hospital é revoltante. “Minha esposa chegou desmaiando de dor. Ela tem Lúpus e sabe o que eles falaram? Aqui não tem prioridade. Damos remédio e aguarda. Senão procura outro hospital. Fui reclamar e as funcionárias tiraram sarro da minha cara, além de colocarem a ficha da minha esposa por último para retorno ao médico”, declarou.

O munícipe também criticou a estrutura encontrada. “Um hospital sujo, com ar-condicionado quebrado, ventilador que liga e desliga sozinho e médico sem avental, nem luvas. Sem dizer que o médico ficou 20 minutos sem atender e o povo aguardando na recepção” relatou André, lembrando que iria demorar três horas para sair o resultado do exame e ele acabou indo embora.

Como a dele, existem outras reclamações de pessoas que buscam atendimento no pronto-socorro. “Moro em Laranjeiras, mas vou direito para outro hospital porque o de Caieiras está uma vergonha”, falou Filomena Freitas.
A demora no atendimento também foi citada por Richard Leme. “Esperamos tanto para sermos mal atendidos”, narrou.

Cintia Santos também reclamou dos profissionais. “Elas mal olham para você. Não examinam. Você nem chega a sentar na cadeira e o médico já receita injeção. Só sabem fazer isso”, alegou.

Para esclarecer acerca das reclamações, o prefeito de Caieiras Gersinho Romero foi procurado e não gostou do que ouviu. “Os funcionários são treinados para tratar bem a todos. Não aceito esse tratamento a quem quer que seja. Vou verificar junto ao secretário para que identifique o que ocorreu e tome as providências para melhorar essas condições apresentadas”, disse Gersinho Romero.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?