Música
Nelson de Souza Lima » Música
4 meses atrás

Pondo abaixo o burocratês

De acordo com sociólogos um dos pilares da integração e união de um povo é a língua. Um idioma compreensível permite ao interlocutor ser bem entendido por seus ouvintes de modo a haver clareza de ideias. Quando um texto não é compreendido criam-se barreiras que levam à cegueira social. Não são poucos os exemplos de textos incompreensíveis no dia a dia em todas as formas e com o advento da internet isso se tornou ainda mais acentuado.

Pondo abaixo o burocratês
(Foto: Reprodução)

Artigos, crônicas e matérias recheadas de expressões burocráticas elevam este apartheid linguístico. Eu mesmo acabei de usar alguns termos que podem ser incompreensíveis para parcela significativa da população.

Pensando em pôr abaixo o “burocratês” a jornalista Heloísa Fischer lançou uma obra objetivando mirar holofotes nesta questão tornando a linguagem equânime. “Clareza em textos de e-gov, uma questão de cidadania” Ed. Com Clareza, é curto com menos de 100 páginas sendo dividido em três capítulos. O primeiro dá uma ideia geral do movimento internacional pela linguagem clara, destacando o que acontece no Reino Unido e Estados Unidos. No segundo capítulo Fisher aborda a questão no Brasil e suas ações que mobilizaram a sociedade em prol da clareza e aspectos de pesquisa acadêmica. O capítulo final cobre a questão da redação clara nos ambientes de governo eletrônico. Também analisa documentos e artigos segundo a ótica da linguagem compreensível em e-gov.

Numa recente entrevista ao site Nexo Jornal Heloísa Fisher disse que o que a motivou a estudar o tema foi uma mudança nas linhas de ônibus na cidade do Rio de Janeiro, onde mora. “Num certo dia em 2016, no ponto de ônibus próximo de minha casa, na zona sul da cidade, surpreendi-me com a mudança de nome e trajeto de várias linhas; extinção de umas e criação de outras”, diz ela. “Não haviam comunicado de forma clara e com antecedência devida. Só tinha um cartaz no ponto de ônibus com o irônico título “Racionalização Zona Sul”, conclui.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?