Cotidiano
6 dias atrás

Perda de emprego e renda impulsiona endividamento

Um estudo feito pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor revelou que a perda emprego em razão da pandemia imposta pelo coronavírus deixou boa parte dos brasileiros ainda mais endividados.

Perda de emprego e renda impulsiona endividamento
Foto: Reprodução/Pixabay

Em São Paulo, após um ano de enfrentamento a doença, análise concluiu que com 69% dos ouvidos estão endividados, sendo 11% em situação de superendividamento.

O diretor da Proteste, Henrique Lian, avalia o perfil do consumidor em dificuldade financeira. “Esse indivíduo endividado é uma pessoa entre 25 e 40 anos, mais mulheres que homens, que moram em regiões mais afastadas dos grandes centros, Zona Sul e Leste em São Paulo, Zona Oeste no Rio de Janeiro, e que tem uma renda entre cinco e dez salários mínimos.”

A faixa corresponde aqueles que mais aceitam as ofertas de crédito, 90% se sentem pressionados pelas cobranças e o maior temor é ter o nome negativado. “Motivos do aumento do endividamento: perda de renda, seja pelo desemprego ou diminuição da renda do autônomo e do empresário. Despesas gerais relativas à pandemia que incluem, por exemplo, a adaptação das casas para o trabalho remoto. E o meio preferencial do endividamento é, novamente, o famoso cartão de crédito“, disse. O diretor da Proteste, Henrique Lian, recomenda aos consumidores procurarem seus credores antes dos vencimentos que ficarão sem pagamento.

Cartão de crédito, um vilão

Sem ter de onde tirar dinheiro para fazer compras essenciais, como supermercado farmácia, muitas pessoas tem recorrido cada vez mais ao cartão de crédito para fazer compras essenciais e acabam ficando inadimplente

Segundo uma pesquisa da Fecomercio de São Paulo, o mês de março fechou com mais de 77% dos paulistanos tendo alguma dívida no cartão. Esse é o maior percentual desde junho de 2012.

A recomendação dos especialistas é usar o cartão de crédito com cuidado, para não ficar inadimplente. Mas, se isso acontecer, a recomendação é tentar negociar a dívida com a bandeira do cartão de crédito.

*Com informações da Jovem Pan

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?