Artigo
3 meses atrás

Pequenos atos, grandes sentimentos

Difícil falar sobre portadores de necessidades especiais e até citar o que sejam necessidades especiais. Coincidentemente a poucos metros de onde estou há um grupo de atletas e um deles é exatamente um para-atleta, que justamente é o motivador do grupo.

Pequenos atos, grandes sentimentos
(Foto: Reprodução)

Vejam, há um grupo de lutadores de jiu-jitsu, de uma grife, e o que mais apresenta liderança é uma pessoa amputada. Uma das maiores cabeças que esse planeta já viu foi tetraplégico, e apresentou física teórica nunca vista anteriormente. Um dos músicos que esse mundo já teve oportunidade de ouvir foi surdo. Um dos maiores cantores dos mega grupos de rock era portador de HIV.

Respeito é fundamental. Nos pequenos atos, residem grandes sentimentos. Talvez seja esse sentimento que tenha movido um dos maiores psiquiatras do mundo, quando idealizou um hospital que pudesse ser diferente, respeitar o paciente, permitir seu convívio com a família. Pena não ter sido compreendido. Parabéns dr. Rocha. Aliás, parabéns Franco da Rocha. Feliz aniversário.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?