Editorial
3 semanas atrás

Para se formar o circo, só falta a lona

Para se formar o circo, só falta a lona
(Imagem: reprodução)

A aparição de Cristiane Brasil, nomeada ministra da Justiça pelo governo Temer, em um barco ao lado de homens marombados para se defender das ações trabalhistas que responde na Justiça, mostra que a política no Brasil continua debochada e com tendência para piorar.

Quando parece que uma esperança aponta para melhorar alguma coisa nesse País, nos deparamos com uma cena, no mínimo bizarra, que nem na ficção mais maluca, na atual conjuntura, poderia se imaginar que ocorreria. Isso mostra o quão sério e importante é nossa política que depende apenas de uma lona, prestes a ser instalada, para terminar de virar circo.

Infelizmente, caso sério nesse no Brasil só a dor do povo. O mesmo que sofre em busca de uma vacina contra a febre amarela que mata cada vez mais pessoas porque o governo não foi capaz de se organizar e garantir o acesso a todos, de forma tranquila e equilibrada. Isso é sério, o resto é balela, sem graça.

Mas esse mesmo povo que tanto sofre surpreende quando vemos pesquisas sendo divulgadas com o ex-presidente Lula, condenado à prisão na semana passada, em destaque na intenção de votos. Logo ele que até então configura como inelegível e, a dois meses de uma provável prisão, numa operação que a Polícia Federal já prepara, não é apenas triste, mas lamentável.

Duro falar que o Brasil não tem mais jeito, mas essa parece ser a realidade que temos e teremos de encarar, caso o povo não mude seu jeito pensar e de agir. As críticas devem ser aos comprovadamente acusados de corrupção e não ao dr. Sérgio Moro. Quem dera, todos os demais juízes fossem iguais a ele.

O velho dito popular ‘quem apanha não esquece’ parece não fazer mais parte da vida dos cidadãos. Afinal, assistimos o barco afundar dia a dia e indica-se ser mais fácil ajudar a afundar do que mostrar que temos voz e somos capazes de virar esse jogo.

Só para reforçar o que é absolutamente evidente, todos tem de fazer a sua parte e não esperar acontecer o pior. Quem diga o presidente Michel Temer que mostrou seriedade no início de seu governo, mas com ações questionáveis, perde a chance de mostrar que a mudança seria possível.

Não tem para onde correr. Mas não custa tentar, já que o poder de decisão, como sempre, está nas mãos do povo que volta às urnas em outubro desse ano. Precisa ter consciência e lembrar que o voto errado representará mais quatro anos de sofrimento.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?