Editorial
5 meses atrás

O povo paga a conta

É fácil mandar a conta para o povo pagar. Assim agirá o governo, mesmo que não declaradamente, para cobrir o que ofereceu de subsidio no diesel em busca de trégua com a classe de caminhoneiros.

O povo paga a conta
(Foto: Reprodução)

Nessa levada, enquanto não sai uma mudança na política de reajustes dos combustíveis, quem paga por tudo isso é a população com prejuízos, preços mais caros e é claro, bancando a perda da Petrobras. Afinal, esse dinheiro tem de sair de algum lugar que não deles.

Podemos dizer que isso já é uma imposição e não uma suposição. Será uma verdade sem contestação em que, mais uma vez, o povo paga a conta. A menos que surja algum milionário ou uma Nação caridosa com o Brasil para bancar essa perda, o que realmente é ilusório. Essas coisas só o Brasil pode fazer. Emprestar para os outros países e perdoar a dívida, absorvendo os problemas das outras nações, enquanto aqui tem gente passando fome.

Já dá para sentir que conta começou a chegar. Basta sair para comprar alimentos, abastecer o veículo ou adquirir qualquer outro produto. Sim, os impostos estão embutidos em tudo e eles são altos e assustadores. Portanto, quem já está pagando é quem compra, ou seja, todos nós, até por que, não dá para ficar sem comer.

Comemorando essa condição aparece o governo que não cria riqueza. Apenas tenta distribuir, mas é claro que não consegue dar conta, porque gasta consigo mesmo os impostos que arrecada. Podemos dizer que é um ciclo vicioso e aborrecedor quando se sabe, por convicção, quem paga a conta sempre, inclusive para compensar o rombo da Petrobras causada por políticos corruptos que, na cara dura roubaram dinheiro da estatal e, mesmo sob essa montoeira de escândalos, o governo busca meios de minimizar os prejuízos da empresa.

Para piorar o que muitos acharam que seria positiva essa paralisação de caminhoneiros, embora necessária, acabou deixando o governo refém da exigência da categoria que já provou ser capaz de parar o País, obrigando achar a saída mais cômoda, a de subsidiar o diesel.

O mais incrível é reconhecer que a sobrecarga da patifaria anunciada irá para o contribuinte e, apesar de tributos e mais tributos, não existe a contrapartida. Ao contrário, vemos cada vez mais banzeiros com o envolvimento de políticos que continuam a desviar um pouco aqui, outro ali, mesmo com toda a confusão, enquanto o povo sofre as consequências que parecem não ter fim.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?