Caieiras
3 semanas atrás

Número de queimadas reduziu em Caieiras em 2019

O período de estiagem está chegando ao fim e a boa notícia é que Caieiras registrou menos incêndios em 2019 em comparação ao ano passado. Foram 32 contra 49 em 2018. Os números são da Defesa Civil de Caieiras.

Número de queimadas reduziu em Caieiras em 2019
Queimada registrada pela reportagem do Regional News em área no Jardim Vitória (Regional News)

Os dados foram computados entre janeiro a outubro desse ano e agosto foi o mês com maior incidência de casos com 20 ocorrências registradas.

De acordo com o órgão, Laranjeiras, Jardim Nova Era e Vila dos Pinheiros foram os bairros com o maior número de registros tanto em 2019, como no ano anterior. No total, ocorrências dessa natureza foram atendidas pela Defesa Civil em 12 localidades do município esse ano.

Ao contrário de Caieiras, a cidade de São Paulo enfrenta problemas com focos de incêndio. Somente nos dias 2, 3 e 4 de novembro, o Corpo de Bombeiros de São Paulo recebeu mais de mil chamadas para combater fogo em matas. Foram 300 no sábado, 600 no domingo e pouco mais de 100 na segunda-feira.

O capitão do Corpo de Bombeiro, Marcos Palumbo, explicou que o início do fogo geralmente é motivado por ações humanas, como o jogar da bituca de cigarro em locais inadequados. Depois, o clima é o encarregado por espalhar as chamas.

“Isso é um número muito alto. A gente verifica muitas ações humanas sendo as precursoras desse tipo de emergência. O fogo se propaga com rapidez, o mato está muito seco, e isso pode colocar toda a região em risco. Sem dizer da fauna e da flora”, declarou, cobrando a colaboração da população.

Queimada registrada pela reportagem do Regional News no Jardim Vitória (Regional News)

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?