Auto News
4 meses atrás

Novo Toyota Corolla chega ao Brasil em 2020

O novo Toyota Corolla revelado pela primeira vez em 2018 na China, fez nova aparição no Salão Internacional do Automóvel de Genebra, agora em março de 2019, e chega no Brasil em 2020. A 12ª geração do médio aparece como hatch, perua e sedã híbrido. A estreia na maioria dos mercados irá acontecer ao longo de 2019.

Novo Toyota Corolla chega ao Brasil em 2020
(Foto: Divulgação)

O modelo renovado traz uma mudança radical nas suas linhas, em busca de atrair o público mais jovem. Por essa razão, promete ser mais seguro, com a adição de equipamentos de segurança ativa e passiva, e mais econômico, tanto pelo uso do motor 2.0 de 170 cv quanto com a futura versão híbrida.

Em meio as novidades apresentadas pela montadora japonesa, destaque para a configuração mais esportiva da gama, o Corolla Hatchback GR Sport, com uma mãozinha da Gazoo Racing. Tem ainda a perua Corolla Touring Sports Trek, configuração aventureira que ‘rouba’ o sobrenome da grife de bicicletas. Não podia faltar uma configuração do sedã com motorização híbrida.

Versões

Conforme divulgou a Toyota, o Corolla terá três desenhos. As versões com motor a combustão, terão um design próximo do hatch e da perua, com o mesmo formato de grade e que foi apresentado na China como Levin, nome de uma das versões na China.

O segundo modelo será a híbrido, trazendo faróis de formato diferente, mais retangulares do que as do hatchback, e com luzes de neblina afastadas da grade.

Segundo a montadora, alguns mercados, como os Estados Unidos, terão uma variante com cara mais esportiva chamada XSE, com uma grade bem maior que engloba parte do para-choque e ainda recebeu uma segunda entrada de ar mais acima. Os faróis têm formato semelhante ao da versão normal, mas com luzes de LED.

A revolução aparente fica por conta dos faróis com desenho forte, acompanhando vincos na parte da frente do carro, e ainda trazem luzes em LED. É praticamente impossível de relacioná-lo com o modelo atual. A traseira segue o mesmo estilo, embora a versão esportiva XSE mostre lanternas diferentes, com desenho mais convencional e com uma ligação que atravessa o porta-malas.

Interior

Se externamente são notáveis as alterações visuais, por dentro não é diferente. A aposta da Toyota foi em uma cabine mais limpa, concentrando a maior parte dos botões na central multimídia ou nos comandos do ar-condicionado.

O sistema multimídia usará uma tela flutuante de 8 polegadas com um novo sistema, já com compatibilidade com Apple CarPlay. A má notícia é que não existe nada de Android Auto, pelo menos por enquanto. A explicação está na política da Toyota que até há poucos meses era não trabalhar com o sistema operacional da Google.

As mudanças alcançaram também o painel de instrumentos. Enquanto as versões básicas trazem uma tela TFT de 4,2 polegadas, as mais caras recebem um display de 7 polegadas entre o velocímetro e o conta-giros, capaz de mostrar dados da central multimídia, do controle de cruzeiro adaptativo ou servir de velocímetro digital.

Corolla está maior

Construído sob a plataforma TNGA, o novo Corola ficou maior, mesmo seu mantendo seu entre-eixos com 2,70 metros de comprimento. Porém, é aqui que as similaridades terminam e vem a explicação do porque ele está maior. Para conseguir ficar mais espaçoso, a frente foi encurtada 3,3 cm, enquanto a traseira cresceu quase 1,5 cm.

As alterações foram feitas para reduzir o centro de gravidade, montando o motor em uma posição mais baixa. Além disso, aproveita melhor o espaço de entre-eixos para deixar os passageiros mais confortáveis. Isso faz com que tenha 4,64 metros de comprimento, 1,78 m de largura e 1,43 m de altura.

Motorizações

O que todo consumidor e entusiasta do Corolla espera é por informações do motor. Vamos lá. O sedã será vendido com o motor 1.8 atual, com alterações para ficar mais potente e econômico.

As versões XSE e SE adotam o novo 2.0 de quatro cilindros com injeção direta. Gera 170 cv a 6.660 rpm e 21,4 kgfm a 4.800 rpm. Trabalha com o câmbio CVT melhorado, que continua com a primeira marcha mecânica, mas o CVT agora simula 10 marchas – só que perdeu os paddle-shifts atrás do volante, fazendo trocas manuais na alavanca.

Além das opções a gasolina, o novo Corolla ainda terá versão híbrida, com um conjunto formado pelo 1.8 com outro motor elétrico, o mesmo utilizado pelo Prius, gerando 122 cv e reabastecendo as baterias com o movimento do veículo. Na Europa será oferecida outra opção de motor, uma versão melhorada do 1.6 usado atualmente por lá, com 132 cv.

(Foto: Divulgação)

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?