Mairiporã
3 meses atrás

Mortes por febre amarela faz Mairiporã decretar calamidade na saúde

Mortes por febre amarela faz Mairiporã decretar calamidade na saúde
A vacina é a única forma de prevenção da febre amarela (Reprodução)

Com 11 casos positivos, seis mortes e outros casos sendo investigados, a prefeitura de Mairiporã decretou situação de emergência e calamidade na saúde pública para executar ações de controle da febre amarela.

Com a decisão tomada pelo prefeito Antônio Ayacida, o município tem permissão para utilizar verbas para as horas extras de servidores envolvidos em campanhas de vacinação e a compra de repelentes para moradores que não podem tomar a vacina.

O decreto vale por 180 dias e permite ainda a entrada forçada em imóveis, no caso de recusa, para fiscalização e combate aos mosquitos transmissores da febre. Possibilita ainda a contratação emergencial de mão de obra e serviços para ações de pulverização contra os mosquitos que transmitem a doença. Com a medida, servidores de outros setores podem ser remanejados para atender o aumento na demanda na área de saúde.

De acordo com o governo municipal, além de vacinar toda a população, o prefeitura vai focar o controle dos mosquitos para evitar que o Aedes aegypti, presente na área urbana, passe a transmitir a doença.

Até agora, a morte de quase 100 macacos com o vírus indicam que as vítimas adquiriram a forma silvestre da febre amarela, transmitida por mosquitos como o Haemagogus.

Região

Na tarde de terça-feira, 16, a morte de um morador de Caieiras por febre amarela foi confirmada. Por fazer divisa com Mairiporã, assim como Franco da Rocha, esses municípios intensificaram a campanha de vacina contra a doença.

A imunização é a única forma de prevenção da febre amarela. Durante essa semana, as equipes da Vigilância Epidemiológica de Caieiras estarão na Estação da CPTM sentido Francisco Morato, das 17 às 22 horas, realizando a intensificação e no bairro de Santa Inês, das 8 às 13 horas, além das Unidades de Saúde de Laranjeiras, do Jardim Vera Tereza e no CIAS, das 8 às 17 horas.

Em Franco da Rocha, equipes do setor de Vigilância Epidemiológica estarão em postos como a UPA, Unidade de Pronto Atendimento, 24 horas, que fica na Avenida Liberdade, nº 250, Centro, e no Terminal Leste, localizado na rua Cavalheiro Ângelo Sestini, dos dias 15 a 19 de janeiro, realizando a vacinação das 8 às 18 horas.

Também é possível se vacinar nas Unidades Básicas de Saúde, conforme o horário da sala de vacinação de cada uma.

Quem estiver passando pelo Terminal Leste também poderá se imunizar contra a doença, entre os dias 16 a 19 de janeiro, das 8h às 19h

Deixe seu comentário

Nota do Editor: Os comentários não são editados e são de responsabilidade dos autores. Não refletem a opinião do jornal Regional News.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?