Caieiras
2 semanas atrás

Mengele trabalhou dez anos no Brasil

Dando sequência na série de matérias sobre a história que poucos conhecem da Companhia Melhoramentos, com sede em Caieiras, nesta semana vamos reproduzir uma das matérias publicadas pelo jornal Folha de SP em 2004 que mostram ligações do médico nazista Josef Mengele, um dos criminosos de guerra mais procurados da história, com a empresa caieirense.

Mengele trabalhou dez anos no Brasil
Em 2004, o jornal Folha de São Paulo publicou matérias relatando a trajetória de Josef Mengele pelo Brasil e sua ligação com a Companhia Melhoramentos - Foto: Reprodução

Relatos do médico nazista Josef Mengele revelam que ele trabalhou formalmente em duas empresas por pelo menos 10 dos 19 anos em que viveu no Brasil.

Numa carta ao amigo austríaco Wolfgang Gerhard, de 22 de novembro de 1972, Mengele lamenta ter sido demitido após cinco anos como chefe de manutenção da Melhoramentos, fábrica de papel de Caieiras (SP). E planeja procurar outro emprego.

“Como agora posso comprovar que tive dois empregos, um após o outro, cada um por cinco anos, como “chefe de manutenção”, não é problema achar um novo emprego, mas certamente o [problema será] escolher o “certo” para mim; talvez porque eu então novamente –conforme o meu jeito– fique por lá eternamente.”

A carta faz parte do conjunto de 85 documentos em alemão que integravam os arquivos de Mengele apreendidos pela Polícia Federal em 1985 e aos quais a Folha teve acesso.

O médico nazista comenta com Gerhard que foi demitido durante um processo de reestruturação resultante de uma parceria com uma empresa alemã de papel.

Parte da conversa que teve com o amigo e foi publicado pela Folha de SP será divulgado na próxima edição.

O que diz a Melhoramentos

A Melhoramentos esclarece que, em 2004, quando o jornal Folha de S. Paulo publicou a matéria sobre Josef Mengele, o único registro de emprego encontrado pela Polícia Federal que investigou o caso foi uma carteira de trabalho expedida em nome de Wolfgang Gerhard, amigo austríaco de Mengele. Nela, a única empresa mencionada era a Oficina de Soldas Erich Lessmann. O jornal Folha de S. Paulo inclusive publicou o posicionamento oficial da Melhoramentos sobre a não existência de vínculo na ocasião.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?