Música
Nelson de Souza Lima » Música
4 semanas atrás

Máquina sonora e divertida

Máquina sonora e divertida
(Imagem: Reprodução)

Nelson de Souza Lima

Chegou em minhas mãos recentemente o interessante trabalho da banda paulistana Maquinamente. Quarteto formado por Marinho, guitarra/vocal, Glébo, guitarra/baixo/vocal, Fefo, Dj/programação/teclados, e K-Reca, bateria, o grupo tem várias peculiaridades. O som é encorpado. Um mosaico composto por várias influências, como a guitarra que bebe no reggae/ska, vocais rap e bateria martelada parecendo um bate-estaca. Tudo isso permeado por letras que, segundo os caras, são “fora da caixinha”. Primando por não ter medo de ousar, o Maquinamente é uma ‘porralouquice’ que fica na cabeça, batendo no cérebro, levando a apertar o play várias vezes.

Incansável, o grupo surgiu quando os quatro se juntaram num projeto que criaria trilhas sonoras para programas de TV. O resultado foram cerca de 3.600 músicas. Embasados nesta energia desenfreada resolveram formar a banda e lançar material autoral. O que recebi é bem produzido, diga-se de passagem, pelo próprio grupo que mais do que nunca incorpora o “do it yourself”. Em tempos de crise fonográfica/mercadológica, o Maquinamente nos brinda com um box CD/DVD titulado Bom Dia VÓ! trazendo 11 faixas que passeiam pelo ska, como “Voar alto” e “Máquinas pensantes”, o soul leve de “Hélices do tempo” e a instrumental eletro “Fat monster” que lembra muito a pegada de Kraftwerk. Esta última, aliás, belo trabalho de samples e programação de Fefo.

Não bastasse as músicas terem arranjos bem elaborados, o grupo capricha nos clipes. Todas as 11 canções ganharam vídeos com áudio e imagens de qualidade. “Hélices do tempo” utilizou o recurso da câmera inversa no qual o clipe vem do fim para o começo. “Máquinas pensantes” é uma animação com letra consciente que não dá pra tirar os olhos. Outra curiosidade é o fato que além de tocarem os instrumentos convencionais eles criaram outros, como a cabitarra, feita a partir de um cabide. É uma boa conhecer o som do Maquinamente.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?