Música
Nelson de Souza Lima » Música
3 meses atrás

Loloucas no Teatro Raul Cortez

Em cartaz no Teatro Raul Cortez até 26 de maio a peça “Loloucas” traz o texto com a assinatura da atriz Heloísa Perissé. A comedia conta as reflexões e incertezas de duas senhoras recém chegadas aos cinquenta anos. Ao lado da própria Heloísa está a ótima Maria Clara Gueiros e a química entre ambas dá agilidade ao espetáculo que rende boas risadas, mas também questionamentos. Tanto Perissé ,52, quanto Clara Gueiros, 53, retratam situações comuns à uma boa parcela da população. No palco Iolanda (papel de Heloísa) e Ieda (personagem de Gueiros) são duas senhoras, amigas desde a infância, que enfrentaram os dramas da adolescência, rindo e chorando juntas. Nunca se casaram e fazem quase tudo em parceria como jogar cartas e ir ao teatro.

Loloucas no Teatro Raul Cortez
(Foto; Divulgação)

Aliás esse é o gancho da montagem. Após chegarem atrasadas numa peça teatral Iolanda e Ieda invadem o palco, sem querer, e acabam se tornando protagonistas de seu próprio espetáculo. Situações divertidas e engraçadas permeiam o espetáculo até o comovente desfecho final que enaltece e atesta o companheirismo e afinidade artística real de Heloísa Perissé e Maria Clara Gueiros que já passou das três décadas.

“Loloucas” se refere ao ao apelido de Heloísa, “Loló” e chega a São Paulo após três temporadas de muito sucesso no Rio de Janeiro. A direção é de Otávio Muller e conta com uma trilha sonora especialmente criada por Max Viana e Heloísa Perissé.

Espetáculo recomendado.

Serviço
Loloucas
Até 26 de maio no Teatro Raul Cortez
R. Dr. Plínio Barreto, 285 – São Paulo – SP
Telefone: (11) 3254-1700
Duração: 75 minutos
Classificação: 12 anos

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?