Caieiras
4 semanas atrás

Lagoinha oculta bens em declaração junto ao TSE

O ano é de eleições municipais e a corrida eleitoral revela o que um candidato tem a apresentar e se tem boa intenção desde o momento do registro da sua candidatura.

Lagoinha oculta bens em declaração junto ao TSE
Documento exibido no site do TSE com informações apresentadas (Reprodução)

Dentre as obrigações a serem seguidas pelo artigo 11 da Lei 9504/97, o pedido de registro deve ser instruído de alguns documentos, dentre eles, está a declaração de bens para que, nesse quesito, seja possível saber se a pessoa interessada em governar uma cidade trabalha com transparência.

Em Caieiras, a coligação dos partidos envolvendo Gilmar Soares Vicente, o “Lagoinha”, e Dr. Cléber Furlan se mostra confusa quando um se lança pré-candidato a prefeito e depois mudam a ordem, mostrando trapalhada e confundindo os eleitores.

Em sinal de manobra política, Lagoinha tentou parar as obras da UPA que teve a construção indicada por ele mesmo em 2017. O pedido foi negado pela Justiça e a construção da unidade de saúde continua. O vereador Lagoinha e agora, candidato a prefeito, continua sua jornada atabalhoada e pode ter problemas com a Justiça Eleitoral e até sua candidatura cassada por ter ocultado bens na declaração feita junto ao TSE, Tribunal Superior Eleitoral.

Lagoinha mostra intimidade e domínio de equipamento (Reprodução)

De acordo com o que consta no site, de acesso público a qualquer cidadão, Lagoinha declarou ter R$ 693,32 reais em aplicação de renda fixa e R$ 37 mil de dinheiro em espécie. As informações podem ser consultadas no site http://divulgacandcontas.tse.jus.br.

Os dados revelam suposta ocultação de bens, considerando a notável atuação do parlamentar se utilizando de trator e caminhões em serviços pela cidade, no qual ele faz questão de aparecer. Segundo consta, já existe processo em andamento que investiga inclusive empresas ligadas a seu nome. Outra situação é a ‘Soares Vicente Apoio Administrativo LTDA’, aberta em dezembro de 2019, que consta o nome de Lagoinha como sócio. A informação pode ser consultada no site da Jucesp, Junta Comercial do Estado de São Paulo e comprova que ele ocultou esse detalhe na declaração de bens junto ao TSE e deixa o candidato sujeito a uma AIRC, Ação de Impugnação de Registro de Candidatura.

Documento da Junta Comercial comprova a participação
do vereador em empresa que ele não declarou ao TSE (Reprodução)

Outra omissão
Apesar de ter à disposição um carro oficial por ser vereador, ele também é visto trafegando em carros particulares, que estranhamente também não aparecem na lista de declaração de bens.

Para comentar sobre as questões, Lagoinha foi procurado e até o fechamento da edição, não se manifestou. Leia a matéria completa em www.rnews.com.br

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?