Editorial
3 meses atrás

Juntos para fazer a doença passar

Ninguém esperava pela chegada dessa pandemia promovida pelo novo coronavírus e todo estão perdidos, mas em busca de minimizar os impactos causados pelo vírus que disseminou, já vitimou milhões e deve, infelizmente, continuar matando.

Juntos para fazer a doença passar
(Foto: Reprodução)

Muita informação é divulgada, cada uma à sua maneira, mas fato é que não dá para brincar com essa situação. Ainda que existam, interesses por trás disso também, possui um fundo de verdade. Afinal, estamos diante de uma pandemia mundial e não apenas nacional.

A mais recente preocupação é quanto aos leitos de UTI, Unidade de Terapia Intensiva, que já se esgotaram-se as vagas e em outros hospitais, próximo à ocupação de sua totalidade. Em algumas localidades, já existe fila de espera para internação.

Como a doença não espera, podemos chegar ao ponto do que foi registrado na Itália quando existiu o momento de escolher quem seria internado e quem iria morrer.

Ao que tudo indica, o pico de contaminação deve ser maio e já estamos esgotados de unidades hospitalares para tratamento. As pessoas precisam começar a contribuir um pouco mais, doar um pouco mais de si para colaborar.
Independentemente dos que defendem um governador ou outro, um prefeito ou outro, o isolamento social e a higiene maciça das mãos associada ao uso de máscaras ainda são as medidas mais indicadas no momento. Então, vamos engrossar o apelo para aqueles que podem, sim ficar em casa. Em especial, os idosos que fazem parte do grupo de risco, mesmo casos sendo computados até em crianças que seriam assintomáticas.

Se tem um momento em que os políticos, pelos menos líderes de estado, cidades e da União, precisam deixar a ideologia política de lado para buscar solução, é agora. A população deve contribuir evitando aglomerações.

Todo estão se adequando ao momento preocupante e as empresas e comércios também. São várias opções por meio de delivery que podem ser utilizados para evitar sair de casa.

Quem tem idosos em casa, deve pedir para os integrantes mais jovens das famílias ir ao mercado e resolver outras questões. Sem contar as pessoas que dispuseram a atender pessoas com mais idade e sem condições de sair de casa.

A união é mais que necessária nesse momento e muita gente já faz o que pode. É o momento de se doar um pouco mais e juntos vamos passar por mais esse obstáculo.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?