Caieiras
3 meses atrás

Investigado atua em partidos de Caieiras

A Operação Dark Side, a primeira fase da operação Lava Jato junto à Justiça Eleitoral de São Paulo deflagrada Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Eleitoral, em julho deste ano, mantém, por meio de um dos envolvidos, um advogado, relação com Caieiras.

Investigado atua em partidos de Caieiras
(Foto Ilustrativa)

A investigação continua e, na ocasião da primeira ação da Polícia Federal, foram cumpridos 7 mandados de busca e apreensão em São Paulo/SP e Brasília/DF, além do bloqueio judicial de contas bancárias e imóveis dos investigados, determinados pela 1ª Zona Eleitoral de São Paulo/SP. A cidade de Caieiras aparece em meio a esse imbróglio em razão de um dos averiguados, Dr. Cristiano Vilela de Pinho, do escritório Vilela Silva Gomes & Miranda, genro do deputado federal Paulinho da Força, ser defensor de três diretórios municipais de partido políticos, liderados por atuais vereadores e ex-parlamentar, todos pré-candidatos e parceiros nas eleições que ocorrerão em pouco menos de três meses.

Depois do PSDB, presidido por Cleber Furlan, e o PSB, que tem à frente Cleber Furlan Filho, agora surge outro partido que conta como defensor o mesmo advogado averiguado. Trata-se do MDB que tem como presidente Gilmar Soares Vicente, o ‘Lagoinha’, e tesoureiro Fabrício Calandrini Nogueira, atuais vereadores e pré-candidatos nas próximas eleições junto com Cleber Furlan, o outro envolvido.

A participação do advogado Dr. Cristiano Vilela de Pinho e dos demais pode ser comprovada por meio de documentos de prestação de contas dos partidos caieirenses feita em 2019 que contam com assinatura de documentos fiscais e de movimentação bancária dos envolvidos. Nesse sentido, a participação do advogado Dr. Cristiano nessa papelada sinaliza para reflexos na investigação que coloca Caieiras em alerta para possíveis problemas relacionados com o partido de Lagoinha e Fabrício.

Entre os indícios apontados pela PF, há uma transferência de R$ 250 mil ao escritório de advocacia “Vilela Silva Gomes Miranda advogados”. Na declaração à Justiça Eleitoral, no entanto, foi informado que o escritório recebeu da campanha apenas R$ 7.500. As investigações continuam e novos desdobramentos devem surgir. Por se tratar de um ano de eleições municipais, os políticos e ex-políticos, todos pré-candidatos ao pleito de 2020, terão de se explicar caso a Polícia Federal consiga provar envolvimento ilícito por parte do defensor e patrono nas ações de prestação de contas desses partidos em Caieiras. Os vereadores e o advogado foram procurados para falar sobre a matéria, mas não se pronunciaram até o fechamento da edição.

Partido de Fabrício e Lagoinha tem defensor investigado (Foto: arquivo Pessoal/Facebook)

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?