Bem Estar e Saúde
5 meses atrás

Infectologista explica as causas da hepatite A

Infectologista explica as causas da hepatite A
(Imagem: Reprodução)

Náuseas, dor abdominal, cansaço, pele e olhos amarelados. Estes podem ser sintomas da hepatite A, doença com registro de aumento de casos no Brasil. Segundo a Dra. Sumire Sakabe, infectologista do Hospital 9 de Julho, a Hepatite A pode ser prevenida através de bons hábitos de higiene, lavando as mão antes do preparo e ingesta de alimentos, lavando os alimentos antes do consumo, bebendo água tratada e também observando cuidados durante as relações sexuais, em especial nas relações anais.

A Hepatite A é uma inflamação no fígado causada pelo vírus VHA. A Dra. Sumire explica que o contágio se dá pela via oral-fecal, ou seja, contato com fezes infectadas pelo vírus que de alguma forma chegam até a boca. “Muitas pessoas podem contrair a doença dessa forma por não lavar as mãos adequadamente depois do contato com as fezes e manusear alimentos ou líquidos que serão ingeridos posteriormente”, exemplifica a médica.

Alguns pacientes infectados podem não apresentar sintomas e sequer percebem que tiveram a doença. Outras pessoas podem se queixar de cansaço, enjoos, vômitos, falta de apetite, urina escura, peles e olhos amarelados (icterícia).

Com o aumento do número de casos no país, é importante saber como se proteger do vírus causador, principalmente por ser uma doença contagiosa. Por isso, listamos algumas formas de evitar o contágio.

Cuidados com a alimentação – muitas vezes o vírus está em alimentos mal lavados. Por isso, é importante lavar as mãos com água e sabão, especialmente ao manusear os alimentos, antes e depois das refeições. E lavar bem todos os alimentos que serão consumidos crus.

Tratamento da água – em regiões mais simples onde não há saneamento básico, a água pode estar contaminada. Nestes casos, é importante fervê-la antes de beber ou procurar por água tratada.

Sexo seguro – segundo a Dra. Sumire, o sexo oral e o anal estão entre os potenciais focos de transmissão de Hepatite A. “Para evitar a doença é possível fazer uma barreira com a camisinha adaptada (dental dam) e lavar com água e sabão as mãos e a região anal e genital antes e depois do sexo”, explica a especialista.

A especialista reforça que, para se prevenir, é importante observar hábitos simples de higiene “costumes comuns como lavar as mãos regularmente, não consumir alimentos de origem desconhecida e beber água tratada, diminuem os riscos de contágio”, explica a médica que também reforça a vacina como um dos tratamentos para evitar a doença.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?