Caieiras
2 meses atrás

Idoso declara ter sido ameaçado e desrespeitado

Uma situação desagradável que teve início com a aplicação de uma multa de trânsito em Caieiras gerou indignação em um idoso que foi desrespeitado e busca explicações pelas coincidências que cercam o ocorrido.

Idoso declara ter sido ameaçado e desrespeitado
Placa foi retirada um dia após autuação ser aplicada a veículo de um comerciante - Foto: Regional News

Bruno Martini Neto, 65 anos, alega que foi insultado quando acompanhava a retirada da placa de sinalização próxima a sua casa na Rua João Dártora, no Jardim São Francisco, na semana passada.

De acordo com ele, tudo teve início após uma multa aplicada a um veículo que estava estacionado de forma irregular. “Essa placa foi colocada a meu pedido em 2020. Minha intenção era beneficiar os comerciantes e não a mim. Mas dias depois de colocada tomei conhecimento que não tinha agradado alguns vizinhos, mesmo assim permaneceu. No dia 13 de julho o carro de um dos comerciantes foi autuado por ficar além do tempo permitido. Então, teve início toda situação que jamais imaginei enfrentar aos 65 anos de idade”, falou.

Segundo contou Bruno, no dia seguinte a multa, dois funcionários da prefeitura foram até o local para retirar a placa. “Eles se identificaram e após questionar porque estavam retirando, me disseram que estavam apenas cumprindo ordens. Sem poder fazer nada, continuei acompanhando o serviço”, disse.

Confusão teve início após multa – Foto: Arquivo Pessoal

O que era para ser um trabalho rápido e tranquilo virou indignação quando uma pessoa apareceu, começou a filmar e mandar indiretas para Bruno. “Um tal de Denis Fumagali, que fui saber depois quem era porque ele não quis se identificar num primeiro momento, começou a registrar a retirada da placa e passou a me atacar. A impressão é que ele foi direcionado a fazer isso por alguém que não estava contente com a placa. Muito arrogante, me ameaçou quando fui questionar quem era ele e o que fazia ali, além de fazer questão depois do serviço concluído de falar ao telefone que o serviço tinha sido feito e ir cumprimentar um dos comerciantes vizinhos, que por sinal, era um que já havia dito a mim que não concordava com aquela sinalização”, relatou Bruno.

Ao procurar a reportagem do jornal Regional News, o denunciante deixou claro que não se importava com a retirada da placa, mas que busca explicações para as coincidências, já que pessoas envolvidas tem ligação direta com o prefeito Lagoinha e sua equipe. “Não tenho poder de vetar a retirada ou colocação de sinalização. Mas eu e minha esposa fomos tratados de forma desrespeitosa pelo Denis que nem funcionário da prefeitura é, mas dava ordens naquele momento. Deixo aqui registrada minha indignação e o pedido de providências as pessoas que hoje administram a cidade. Já imaginou se moda pega e cada multa por irregularidade mandam retirar a sinalização?”, questionou Bruno, lembrando que filmou toda a situação e tem testemunhas das ofensas que sofreu.

Idoso alega que foi insultado quando acompanhava a retirada da placa de sinalização próxima a sua casa – Foto: Arquivo Pessoal

Denis Fumagali foi procurado e informou que não é funcionário da prefeitura e não tem cargo comissionado em nenhum setor. Disse que estava no escritório de advocacia ao lado do local onde havia uma conversa entre os agentes de trânsito e o comerciante. “Não fui mandado por ninguém. Aproximei-me por vontade própria e não ameacei ninguém, mas um senhor me disse para que eu me afetasse, pois eu não era de Caieiras e aquele assunto não tinha porque eu ouvir o agente de trânsito. Ele se dirigiu a mim e eu não tinha me dirigido a ele. Eu respondi que eu era um cidadão e que aquela placa era um tanto estranha, permanência de 15 minutos, sendo que não há atividades de urgência ali e sim uma bomboniere”, relatou.

Por fim, explicou que fez uma ligação no local, mas foi pra tratar de assunto pessoal.

A prefeitura de Caieiras não encaminhou resposta até o fechamento da edição. O espaço fica aberto para futuras manifestações.

Denis Fumagali, aliado do prefeito – Foto: Arquivo Pessoal

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?