Franco da Rocha
9 meses atrás

Idosa culpa prefeitura de Franco da Rocha por destruição e prejuízo

Uma idosa de 62 anos cobra da prefeitura de Franco da Rocha a reconstrução da escada de acesso a sua casa destruída em dezembro do ano passado por servidores do setor de Obras durante a implantação de um escadão entre as Ruas Franca e Marília, na Vila São Benedito.

Idosa culpa prefeitura de Franco da Rocha por destruição e prejuízo
Idosa alega que prefeitura demoliu escada em área particular (Regional News)

De acordo com Terezinha de Jesus Germano, mesmo com todo esforço em provar que a escada estava dentro de seu terreno, os funcionários destruíram o acesso sem nenhum pudor. “A única coisa que diziam era que o chefe deles tinha mandado derrubar e eles iriam cumprir a ordem. Nem mesmo eu sendo uma idosa de 62 anos fui capaz de impedir. Agora, quero que refaçam minha calçada e meu muro, exatamente como eram antes”, pediu Terezinha.

Não bastasse o prejuízo, a idosa agora enfrenta dificuldade em entrar e sair de seu imóvel. “Antes eu subia a escada, andava pela calçada que construí e chegava no portão. Agora para entrar em casa tenho que pular um cano e andar na terra. Tenho 62 anos de idade e, em dia de chuva, fica ainda mais complicado porque o chão fica enlameado e escorregadio”, declarou.

Sem o antigo acesso,, idosa se vira como pode para entrar e sair de casa (Regional News)

Segundo Terezinha, alguns contatos foram feitos junto a prefeitura e prometeram mandar funcionários para analisar o caso dela. Porém, ninguém apareceu até o momento. “Já tive problema com a prefeitura em outra ocasião quando derrubaram um pilar que sustentava o telhado d frente da residência. Agora, de novo estou sendo lesada e parecem não ligar para a situação. É uma falta de respeito com uma idosa como eu”, falou.

Em busca de esclarecimentos, a assessoria de imprensa do governo municipal foi procurada e informou que está realizando obras no local e ao iniciar a urbanização da viela constatou que havia uma construção irregular no imóvel, onde havia uma escada construída em área pública, além de uma entrada para o imóvel na viela, o que não é permitido. A diretoria de obras, no curso da urbanização da passagem, realizou a demolição da construção irregular.

O ocupante do imóvel foi notificado e, em vista da reclamação da moradora de que a demolição teria danificado sua construção, realizou uma obra de reforço e orientou-a a realizar a impermeabilização da construção.

Deixe seu comentário

Nota do Editor: Os comentários não são editados e são de responsabilidade dos autores. Não refletem a opinião do jornal Regional News.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?