Caieiras
4 semanas atrás

Hospital de Caieiras oferece poltrona quebrada para acompanhante

O hospital municipal de Caieiras recebeu críticas de Kátia Maria Magalhães Araújo, que acompanha a mãe internada na unidade há mais de uma semana.

Hospital de Caieiras oferece poltrona quebrada para acompanhante
Poltrona quebrada é oferecida aos acompanhantes - Foto: Arquivo Pessoal

De acordo com a munícipe, sua genitora faz um tratamento paliativo e por essa razão tem ido muitas vezes com ela no hospital. Mas na mais recente visita, sua mãe ficou internada e a obrigaram que alguém acompanhasse a paciente dia e noite. Ela se revoltou com o que oferecem para os acompanhantes.

“Eles alegam que é necessário passar a noite lá e não oferecem nem cadeira para sentar. Tive de cobrar e ofertaram uma poltrona sem nenhuma condição de passar a noite com o mínimo de conforto. Ela estava toda quebrada, remendada e tive de dormi sentada”, falou Kátia.

Segundo ela, nem cobertor oferecem. “Tem poucas poltronas nos leitos e as que tinham estão nessas condições. Também não te dão nenhuma coberta. Não quero conforto, mas passar a noite no hospital e ir trabalhar no outro dia dormindo nessa poltrona quebrada, não tem condições. Está feio o negócio lá”, relatou.

Outra questão levantada pela munícipe foi o banheiro. “Tem apenas um para mais de sete pacientes e acompanhantes usarem. Fui reclamar e pediram para preencher uma carta para ver o que podem melhorar”, disse.

A prefeitura e a Secretaria Municipal de Saúde foram procuradas para se manifestar, mas não encaminharam resposta até o fechamento da edição. O espaço fica aberto para futuros esclarecimentos.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?