Cultura
3 meses atrás

Grupo Pandora estreia peça infantil em Perus

De 04 a 11 de junho de 2022, o Grupo Pandora de Teatro, que há 18 anos atua no bairro de Perus, realiza a temporada de estreia do espetáculo “Nina e a cidade que perdeu o vento”, o primeiro do grupo voltado ao público infanto-juvenil.

Grupo Pandora estreia peça infantil em Perus
Como espetáculo de rua, “Nina e a cidade que perdeu o vento” busca no espaço público uma forma de cultivar convívios e celebrar as alegrias possíveis nesse momento tão denso da pandemia de Covid-19 - Foto: Luh Silva

Com uma dramaturgia criada coletivamente, “Nina e a cidade que perdeu o vento” explora os impactos da pandemia nas periferias, apostando no lúdico e poético para construção de uma narrativa fantástica, em uma jornada pelo Brasil em meio a pandemia.

Nos dias 04 e 05 de junho (sábado e domingo), às 16h, o grupo realiza apresentações gratuitas na Ocupação Artística Canhoba, que fica na Rua Canhoba, 299 – Vila Fanton, São Paulo – SP.

Já no dia 11 de junho (sábado), às 16h, a apresentação será realizada no CEU Perus, que fica na Rua Bernardo José de Lorena, S/N – Vila Fanton, São Paulo – SP, com entrada gratuita.

Como espetáculo de rua, “Nina e a cidade que perdeu o vento” busca no espaço público uma forma de cultivar convívios e celebrar as alegrias possíveis nesse momento tão denso da pandemia de Covid-19 – Foto: Luh Silva

Como espetáculo de rua, “Nina e a cidade que perdeu o vento” busca no espaço público uma forma de cultivar convívios e celebrar as alegrias possíveis nesse momento tão denso da pandemia de Covid-19 no Brasil, a partir do ponto de vista de um coletivo de teatro que reside na periferia da cidade de São Paulo.

Mais informações: www.facebook.com/grupopandora.deteatro e @grupo_pandora_de_teatro.

Siga o Rnews nas redes sociais

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?