São Paulo
2 meses atrás

Governo adia fechamento das bilheterias nas estações da CPTM e do Metrô

O prazo para desativar as bilheterias das estações do Metrô e da CPTM, Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, em São Paulo, foi adiado pela Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos. A decisão foi tomada após uma série de problemas e reclamações de usuários sobre o novo bilhete TOP. Ainda não foi divulgada uma nova data para implantação da medida.

Governo adia fechamento das bilheterias nas estações da CPTM e do Metrô
Foto: Divulgação

A previsão do governo paulista era de fechar todas as bilheterias até o final deste ano nas estações Belém, na Linha 3-Vermelha do Metrô, e Granja Julieta, na Linha 9-Esmeralda da CPTM, colocando totens de autoatendimento e pontos de venda perto dos locais de embarque para ofertar e permitir a compra do bilhete QR Code.

Esse processo começou em outubro, com a redução do horário de funcionamento das bilheterias de algumas estações. Porém, os usuários continuaram reclamando sobre dificuldades para comprar os bilhetes nos totens e, na terça-feira, 7, a secretaria anunciou que o fechamento dos postos de atendimento será suspenso temporariamente.

Cartão Bom

A partir de janeiro de 2022 também não vai ser possível carregar o antigo Cartão Bom. Porém, não há como transferir o saldo residual para o novo cartão TOP.

O Ministério Público de São Paulo questionou a secretaria sobre essa falta de transferência do saldo que restar, já que, como não será mais permitida a recarga, os valores que não forem suficientes para pagar uma passagem inteira poderão ser perdidos pelos passageiros.

A secretaria garantiu que o Cartão Bom vai continuar funcionando para quem tem créditos até o fim da utilização do saldo.

Com informações do Jornal Metro

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?