Editorial
2 semanas atrás

Gatos para alguns. Gastos para todos

Gatos para alguns. Gastos para todos
(Foto: Reprodução)

Pode até não ser novidade, mas revolta quando registramos casos como o divulgado pelo Fantástico no domingo mostrando que donos de imóveis de luxo pagam para fazer ‘gatos’ de energia elétrica para manter suas belas mansões, transferindo esse gasto para o cidadão de bem que procura manter em ordem suas contas e obrigações.

Parece mesmo que estamos num beco sem saída. Afinal, governo rouba e quem paga a conta é o povo. Aí aparecem esses pilantras, que pela beleza de suas residências, mostram ter condições de levar uma vida limpa, mas buscam o errado e faz o povo pagar por isso.

Com essa atitude covarde de alguns, a conta de luz, pesada por si no final do mês, fica ainda mais cara para cobrir o rombo gerado por gente desonesta que desvia energia da rede e leva, na mão grande, 5% de toda a energia consumida no Brasil. Só não é mais triste saber que mais da metade desses “gatos”, em Estados como Rio de Janeiro e Pará, por exemplo, são feitos em domicílios das classes A e B.

Nesse jogo de malfeitores estão os que fazem e os que contratam o ‘gato’, enquadrados, em regras gerais, como criminosos por furto ou estelionato. Mas como tudo nesse País é possível de ser revertido, veja o exemplo da soltura de José Dirceu como modelo, o apontado pode se livrar do processo e de futura condenação pagando o débito antes do recebimento da denúncia pelo Poder Judiciário. Mas quem já pagou a conta por eles não recebe de volta o valor aplicado a cada consumidor para cobrir o rombo.

O roubo é corriqueiro e perigoso, e a ação ocorre sem qualquer preocupação mesmo colocando em risco a rede elétrica e o responsável pela ligação clandestina, podendo levá-lo até a morte pelo poder da descarga elétrica. Na própria reportagem foi possível notar quem realiza o serviço, fazê-lo sem qualquer material apropriado e, mesmo de forma ilegal, ofertar garantia do serviço.

É o jeitinho brasileiro e a esperteza que deveriam ser utilizadas para o bem, mas que, infelizmente, são aplicadas de forma errada e corrupta, muitas vezes daqueles que reclamam dos erros de outrem. Por essas e outras que cobrar postura de políticos caem por terra quando o próprio cidadão não faz a sua parte e nem cumpre com suas obrigações.
Para apontar o dedo é preciso estar comprometido em fazer o bem ou, no mínimo, não fazer o errado, respeitando e contribuindo com o bem-estar de todos. Como são ações, excepcionalmente, cada vez mais difíceis de se ver no cidadão, cabe às pessoas de bem cobrar vergonha na cara desses que tiram proveito por se acharem melhores, uns que os outros. Lamentável.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?