Cotidiano
5 dias atrás

Funcionários dos Correios entram em greve

A greve geral dos funcionários dos Correios foi confirmada na noite de terça-feira, 10, em assembleias realizadas em diferentes estados do país.

Funcionários dos Correios entram em greve
(Imagem: Reprodução)

A paralisação por tempo indeterminado foi decidida pela categoria que quer impedir a redução dos salários e de benefícios, além de serem contra a privatização da estatal, incluída no mês passado no programa de privatizações do governo Jair Bolsonaro.

O reajuste salarial de 0,8% é um dos principais pontos reclamados pela categoria. No entanto, os trabalhadores querem também a reconsideração quanto a retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios.

Em nota em sua página na internet, a Findect. Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios, informou que a greve foi decretada em São Paulo, Rio de Janeiro, Tocantins, Maranhão e na maioria dos estados do país.

Nota dos Correios

A paralisação parcial dos empregados dos Correios, iniciada nesta terça-feira, 10, pelas representações sindicais da categoria, não afeta os serviços de atendimento da estatal.

A empresa já colocou em prática seu Plano de Continuidade de Negócios para minimizar os impactos à população. Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas.

Levantamento parcial realizado na manhã desta quarta-feira, 11, mostra que 82% do efetivo total dos Correios no Brasil está trabalhando regularmente. Em São Paulo Metropolitana, 70% dos empregados estão trabalhando normalmente.

Negociação

Conforme amplamente divulgado, os Correios estão executando um plano de saneamento financeiro para garantir sua competitividade e sustentabilidade. Desde o início de julho, a empresa participa de reuniões com os representantes dos empregados, nos quais foram apresentada a real situação econômica da estatal e propostas para o acordo dentro das condições possíveis, considerando o prejuízo acumulado, atualmente na ordem de R$ 3 bilhões.

As federações, no entanto, expuseram propostas que superam até mesmo o faturamento anual da empresa.

Vale ressaltar que, neste momento, um movimento dessa natureza agrava ainda mais a combalida situação econômica da estatal. Por essa razão, os Correios contam com a compreensão e responsabilidade de todos os seus empregados, que precisam se engajar na missão de recuperar a sustentabilidade da empresa e os índices de eficiência dos serviços prestados à população brasileira.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?