Editorial
3 meses atrás

Falta defesa, sobra ironia

Só no Brasil acontecem coisas que não parecem inacreditáveis e irreais. A caçada ao ‘serial killer’ Lázaro Barbosa que durou 20 dias mexeu com o brio dos brasileiros, em especial, dos familiares de vítimas brutalmente assassinadas pelo facínora e, foram esquecidas pelos direitos humanos e a defensoria pública.

Falta defesa, sobra ironia
Foto: Reprodução/Pixabay

Morto na troca de tiros quando foi capturado pela polícia, o psicopata contava com um movimento para que tivesses respeitada sua saúde física e mental, incluindo uma cela especial, quando fosse preso. Todos merecem defesa e respeito, mas principalmente as vítimas inocentes e que rendem honestidade e vida honesta.

Não há como entender e é de se indignar com aberrações assim que parecem existir apenas em nosso país. Aliás, dar guarida a bandido é uma especialidade por aqui. Haja vista ex-políticos presos por corrupção, mas que já desfrutam de liberdade e até devem concorrer a cargos públicos em breve.

Se já é difícil assimilar uma situação como essa por qualquer cidadão, imagina para os familiares que perderam um ente covardemente assassinado por um ser desprezível como esse Lázaro que mobilizou policiais civis, militares e federais em sua busca, enquanto ardilosamente se escondia, em alguns casos, com ajuda de pessoas próximas.

Os Direitos Humanos, aliás, sempre receberam críticas por abandonarem as vítimas do bem e defender o bandido cruel. Seria surpreendente se com esse caso fosse diferente. É uma situação tão revoltante que é até complicado escrever sobre assuntos dessa natureza.

Esse País tem jeito e muitos torcem e buscam pela mudança elegendo pessoas sérias para cargos políticos, mas eles ainda são minoria e estão de mãos engessada frente aos mais velhos e já viciados nesse mundo de interesses próprios.

Embora boa parte da culpa pese sobre os políticos, o povo acaba também tendo sua parcela de responsabilidade quando passa a brincar com uma situação como esta, dando destaque a um assassino que mata as vítimas com tamanha crueldade. Tudo vira meme por aqui. É até legal, mas com determinados casos não dá para chacotear.

Fato é que a vítima não pode ser desprezada ou preterida, principalmente por quem deveria defender pessoas do bem e não ao contrário. Aliás a dica é para que tenha a brilhante ideia de preservar os bandidos, que o faça, se possível pessoalmente dentro de sua própria convivência familiar.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?