Editorial
5 meses atrás

Falta de educação, o abismo mortal

A educação no Brasil, infelizmente, vai de mal a pior. Uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria, realizada em parceria com o movimento Todos Pela Educação, é quem confirma essa situação com 26% dos entrevistados considerando o ensino no nível médio do País como ruim ou péssimo.

Falta de educação, o abismo mortal
(Reprodução)

É triste ver uma notícia como essa, mas não precisa de levantamentos para ter certeza que a educação, de um modo geral, está longe da ideal. As ações de jovens, com algumas exceções, no dia a dia mostra essa realidade. Falta educação no modo de agir e também quando o assunto é conhecimento.

Fatores não faltam para levar a essa condição. A violência é uma delas. A falta de investimento é outro. No Estado do Rio de Janeiro, por exemplo, alunos deixaram de ir à escola porque não tiveram os cartões de vale-transporte recarregados e a empresa prestadora de transporte na cidade não permitiu a entrada deles nos coletivos sem pagar as passagens. Um absurdo.

Em outros Estados muitos deixam de ir ao colégio seja pelo medo da violência, seja pela falta de recursos. Assaltos, estupros e outros crimes deixam os estudantes assustados e longe das escolas.

Com tantas adversidades e a educação sinalizando para um estado cada vez mais crítico, não é exagero dizer que, se continuar assim, a próxima geração será de analfabetismo.

As consequências são muitas. Povo sem educação é facilmente manipulado e refém de espertalhões do mal. Os políticos que o digam. Para piorar, em um momento econômico ruim que o País atravessa, com um número alto de desempregados, sem estudos, a inserção no mercado de trabalho também fica prejudicada, em razão do despreparo profissional.

Quem sempre acreditou que a educação é capaz de mudar uma Nação, no caso do Brasil, com tantos problemas no setor, deve se preocupar. Mas para tudo na vida é possível ser diferente e buscar o melhor. Para sair dessa curva descendente é preciso querer, se interessar, ir atrás de conhecimento.

Uma importante ferramenta é a internet, cujo poder de estudo e conhecimento está ao alcance de todos, seja para o bem ou para promover o mal.

É preciso que todos busquem repudiar os enganos e se aproximar das coisas boas. É preciso sabedoria e talento para promover a diferença, já que o acesso e inclusão digital estão cada vez mais próximos.

O que se vê nos dias de hoje é a má vontade e desleixo de tantos que deveriam zelar pelo setor deixando tudo escorrer pelos ralos.

Mas como é sempre tempo de recomeçar ou de mudar, é passada a hora de usar as ferramentas que se tem disponível para incentivar a educação e livrar a geração futura do mortal abismo intelectual.

Deixe seu comentário

Nota do Editor: Os comentários não são editados e são de responsabilidade dos autores. Não refletem a opinião do jornal Regional News.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?