Caieiras
1 semana atrás

Evento de Natal drenou quase 1 milhão de reais dos cofres da prefeitura de Caieiras

Os gastos com festividades continuam drenando os cofres públicos da prefeitura de Caieiras. O mais interessante é que os milhões continuam sendo destinados a empresas já conhecidas na região, como é o caso da Publieventos, de Beto Seixas, milionário às custas de contratos extraordinários junto às prefeituras de Caieiras e região.

Evento de Natal drenou quase 1 milhão de reais dos cofres da prefeitura de Caieiras
Toda fiação que estava dentro do lago passava pelos personagens e de fácil acesso ao visitantes - Foto: Arquivo Pessoal

Na realização do evento de Natal de Caieiras, no Ecoparque, quase R$ 1 milhão foram gastos entre decoração, montagem de placo, personagens, iluminação e demais serviços englobados e realizados por uma das empresas dele.

O que muita gente não sabe é que o serviço prestado foi denunciado tanto pela falta de cumprimento do que determinava o edital, como à falta de qualidade e o risco de morte que ofereceu aos visitantes durante o período de dezembro de 2021. Várias fotos confirmando as irregularidades que poderiam ter terminado em tragédia foram encaminhadas ao jornal Regional News .

São imagens que mostram fios elétricos na água, decorações fora dos padrões contratados e demais questões que colocaram em risco a vida dos visitantes. Segundo o denunciante, o Ministério Público foi acionado para apurar a prestação de serviço que foi realizada de forma incompleta se comparado a tudo que foi contratado pela prefeitura, conforme divulgado no Portal da Transparência.

Fios expostos e em contato com a água do lago foram algumas das irregularidades constatadas no Ecoparque – Foto: Arquivo Pessoal

Fios expostos e em contato com a água do lago foram algumas das irregularidades constatadas no Ecoparque – Foto: Arquivo Pessoal

Fios expostos e em contato com a água do lago foram algumas das irregularidades constatadas no Ecoparque – Foto: Arquivo Pessoal

Fios expostos e em contato com a água do lago foram algumas das irregularidades constatadas no Ecoparque – Foto: Arquivo Pessoal

Os gastos de quase R$ 1 milhão incluem decoração natalina em outros pontos da cidade de Caieiras. Quem flagrou as irregularidades registrou fios passando pelo lago do Ecoparque, motivo suficiente para interditar o espaço e evitar que visitantes acessassem o local.

Ao ter conhecimento da situação, o jornal Regional News entrou em contato com os vereadores, que deveriam cumprir o papel de fiscalizar as ações do prefeito com esses gastos e também com a Secretaria de Obras em busca de informações sobre as autorizações e documentação comprovando que o espaço estava apto para realização do evento, inclusive solicitando cópias dos ARTs, Anotação de Responsabilidade Técnica.

Jornal Regional News pediu uma cópia da ART para a Secretaria de Obras de Caieiras – Reprodução

As autoridades de Caieiras que deveriam explicar sobre a situação, foram procuradas mas não encaminharam qualquer informação que contrariasse a denúncia ou mesmo informaram sobre o gasto exorbitante com festividade em meio à situação caótica envolvendo o Covid e as irregularidades de instalação que colocaram em risco a vida das pessoas que estiveram no local.

Jornal “A Semana” alertou para gastos com festividades

Entrevista – Engenheiro confirma que houve riscos

O Engenheiro Civil Juarez Pereira Dias, especializado em Engenharia Diagnóstica, Perícia Judicial e Segurança do Trabalho, analisou as fotos e entrevista ao jornal Regional News falou dos riscos que a população enfrentou.

Quais os riscos?
De acordo com as imagens obtidas no local, as irregularidades são visíveis com risco eminente à vida dos usuários. Nota-se fios expostos com emendas visíveis.

O que a Secretaria de Obras deveria ter feito?
A primeira atitude que deveria ser tomada no tocante a estas pequenas obras visando eventos temporários, é a elaboração de um projeto com Engenheiro Eletricista responsável e ART recolhida com a supervisão de um Técnico de Segurança do Trabalho e claro: uma equipe tecnicamente qualificada (NR 10) para a execução dos trabalhos.

Todos os cabos deviam estar embutidos em condutores especiais com caixas de passagem em abrigos específicos sem acesso do público bem como dos participantes das peças teatrais.

Poderia ter ocorrido uma tragédia?
Com certeza. Toda e qualquer fiação exposta é risco eminente à vida. Nota-se cabos mergulhados às margens do lago, um favor agravante de extrema negligência profissional que colocou em risco a vida de inúmeras pessoas.

O que poderia ter ocorrido com todas essas irregularidades vistas nas fotos?
Um gravíssimo acidente poderia ter ocorrido; dentre eles um curto circuito, descargas elétricas e até mesmo uma explosão ou incêndio com vítimas fatais.

Engenheiro falou do perigo que correram as pessoas que frequentaram o local onde as instalações foram feitas – Foto: Arquivo Pessoal

O engenheiro finalizou explicando que toda e qualquer obra a ser executada carece de profissionais tecnicamente responsáveis bem como equipes de execução qualificadas para execução dos trabalhos. Sempre, o foco é a preservação da vida e do meio ambiente.

A Secretaria de Obras e os vereadores de Caieiras foram procurados para se manifestar, mas não encaminharam resposta até o fechamento da edição. O empresário Beto Seixas também foi acionado e não retornou com esclarecimentos.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?