Editorial
4 meses atrás

É preciso respeito

Está cada vez mais difícil entender o que acontece com o ser humano. As cenas de violência tendo como resultado mortes trágicas que vemos diariamente provoca dúvidas e nos faz entender que os relatos bíblicos estão se cumprindo.

É preciso respeito
(Foto: Reprodução)

É até difícil de explicar, mas tirar a vida do próximo parece ter ser tornado prazeroso, parece atividade comum. Uma prática de tanto espanto e que deixa marcas, mas que para alguns se tornou tão comum como tirar uma peça do tabuleiro de um quebra-cabeças.

São tantos casos bárbaros que daria para escrever um livro sem fim. Nos últimos dias, vimos um filho adotivo matar o pai em crime orquestrado pelo filho biológico; um homem que já tinha passagens pela polícia por ser violento atirar várias vezes contra o namorado e os pais dele por não aprovar o relacionamento do garoto e da filha; o marido matando a esposa e um homossexual que ele acusava ser amante dela, sem ter provas, apenas por suspeitar. Esses são alguns de tantos outros crimes que ficam encobertos pelo mundo a fora.

O egoísmo tomou conta das pessoas que estão preocupadas consigo mesmas e sequer se incomodam em passar por cima de quem contraria seus interesses. Isso revela que chegamos a um ponto inaceitável de relacionamento, de comportamento.

Falta amor, compaixão, respeito e companheirismo. Sentimentos que eram cultivados com tanta eficiência pelas famílias, mas que se perderam ao longo do tempo dando lugar à raiva, exclusivismo, ódio e outros anseios ruins que geram uma violência cada vez complicada de ser contida ou controlada.

Nessa toada, as pessoas de bem se veem presas em suas casas com medo de sair para lazer ou trabalho sem saber se voltam com vida. Certo que os tempos são outros e muitas coisas levaram ao que vivemos hoje, mas não dá para admitir tanto ódio a ponto de uma pessoa tirar a vida da outra, apenas por não aceitar seu sucesso, por ter um celular ou um tênis melhor que o seu.

Pior ainda é ver filhos matando os pais para ter direito ao dinheiro que eles tanto lutaram para conquistar, ou mesmo para antecipar um herança que, na verdade já lhes pertence.

Encarar a vida, constituir família e ter um bom emprego nunca foi fácil e não é agora que será. Contudo, a questão não passava de uma lamentação que podia ter resultados com apenas uma palavra sinalizadora para levantar a cabeça e ir atrás de seus objetivos outra vez. Hoje, o sucesso do próximo incomoda e a forma de acertar essa diferença é tirando a vida. Não dá para acolher, muito menos entender. É preciso respeito.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?