Educação
2 meses atrás

Debate irá decidir volta às aulas em Caieiras

Com o avanço de algumas cidades paulistas para fases do Plano São Paulo que permitem a reabertura de comércios e demais ramos de atividades em razão da pandemia, a volta às aulas ganha destaque entre os assuntos mais comentados nas redes sociais e meios de comunicação.

Debate irá decidir volta às aulas em Caieiras
Retomada das aulas está condicionada se todas as regiões permanecerem na etapa amarela do Plano São Paulo por 28 dias consecutivos (foto ilustrativa)

Em São Paulo, até a quarta-feira, 5, o Governo do Estado mantinha a previsão de retorno para 8 de setembro. A retomada, entretanto, está condicionada se todas as regiões permanecerem na etapa amarela do Plano São Paulo por 28 dias consecutivos.

O município de Caieiras está inserido nessa situação e deve seguir o que o Estado determinar. Para saber mais detalhes dessa questão na cidade, o jornal Regional News conversou com o prefeito Gersinho Romero.

Entre dificuldades e benefícios, ele confirmou que vai cumprir o que for determinado por esferas superiores e revelou várias situações que cercam esse tema. “Tudo que envolve tomada de decisão em decorrência da pandemia acometida em virtude da Covid-19, eu procuro atender tanto o Governo Federal, como o estadual, pensando na economia e ao mesmo tempo na saúde. Mas é complicado porque a União diz uma coisa e o Estado outra. Dão autonomia aos municípios, mas não é bem assim que funciona. Quando lanço um decreto que contraria o Estado, o Ministério Público vem em cima da prefeitura e anula o decreto”, falou o prefeito.

Mesmo com os apontamentos feito, Gersinho informou que no caso da volta às aulas vai seguir o que o Estado determinar. “Estamos preparados com todos os procedimentos e normativas necessárias.

Essa semana a Secretaria de Educação lançou uma pesquisa para que os pais se manifestem a favor ou contra a volta das aulas. Mas no meu entender, a Covid só será resolvida totalmente quando todos tomarem a vacina. Enquanto isso não acontecer, o vírus vai continuar circulando. Por isso, não adianta fazer um investimento grande para a volta das aulas e o pais não aceitarem mandar os filhos para o colégio. Portanto, uma programação será feita após o encerramento da pesquisa”, detalhou Gersinho.

A Secretaria Municipal de Educação lançou na terça-feira, 4, uma pesquisa acerca do retorno às aulas (Reprodução/Arte RN)

Pesquisa

A Secretaria Municipal de Educação lançou na terça-feira, 4, uma pesquisa acerca do retorno às aulas.
De acordo com o governo municipal, é de grande importância que todos os pais e/ou responsáveis respondam o questionário para o planejamento do retorno das aulas.

Para responder a pesquisa, basta acessar o site da Secretaria de Educação: https://educacao.caieiras.sp.gov.br, a partir do dia e horário informados acima.

Segundo a prefeitura, caso o pai tenha mais de um filho na Rede Municipal de Educação, será necessário responder algumas perguntas repetidas, uma para cada criança. No início do formulário você será informado sobre a qual filho(a) se referem as perguntas. Após seguir esses passos clique em “Enviar”.

O prefeito Gersinho Romero em conjunto com a Secretaria está organizando tudo para que quando as aulas voltarem, seja da forma mais segura possível, respeitando todas as orientações e protocolos das autoridades sanitárias.

Atualização

Na tarde desta sexta-feira, 7, o governo de São Paulo anunciou que a reabertura das escolas públicas e privadas no estado foi adiada para o dia 7 de outubro. O anúncio foi feito pelo governador João Doria.

Entretanto, de acordo com o governador, as escolas públicas e privadas de regiões que estão na fase amarela há 28 dias e desejarem, poderão antecipar a reabertura para reforço escolar e atividades opcionais a partir do dia 8 de setembro.

*Matéria atualizada às 13h50 do dia 7 de agosto

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?