São Paulo
2 meses atrás

Crescimento de óbitos por COVID-19 desacelera no Estado de São Paulo

O aumento de óbitos por COVID-19 no Estado de São Paulo desacelerou nos primeiros 15 dias de junho em relação à última quinzena de maio. Entre 14 de maio e 1º de junho, a aceleração do crescimento de óbitos foi de 77,68%, e entre 1º e 14 de junho, foi de 39,48%. O ritmo de aumento de óbitos foi quase 50% menor no segundo período em relação ao primeiro.

Crescimento de óbitos por COVID-19 desacelera no Estado de São Paulo
(Foto: Reprodução/Pixabay)

Houve também queda na letalidade no Estado. Em 14 de maio, era de 7,95%; em 1º de junho, de 6,89% e em 14 de junho, de 6%. Os casos e óbitos provocados pelo novo coronavírus seguem evoluindo no interior do Estado. Em 14 de abril, o interior tinha 10,75% dos casos do Estado; em 14 de maio, era de 18,96%; em 1º de junho, 22,84% e em 14 de junho, 27,02%.

“Todo sistema de saúde do Estado está absolutamente sob controle desde o início da pandemia. Uma medida positiva que nos tem permitido controlar o avanço da doença de forma correta e dentro dos protocolos de saúde”, afirmou o Governador João Doria.

Seguindo a comparação sobre a evolução da pandemia, no dia 14 de abril, o interior tinha 11,22% de óbitos do Estado; em 14 de maio, o índice era de 14,35; em 1º de junho, 16,41% e em 14 de junho, 18,72%.

“Quero destacar o grande trabalho feito pelos profissionais do HC, que têm transformado os respiradores rapidamente em novos leitos de UTI. O trabalho que era realizado em até 60 dias agora é realizado em três dias por essa equipe que faz a calibragem e distribui rapidamente, transformando respiradores em novos leitos de UTI em todo o Estado de São Paulo”, disse o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

Fonte: Governo de São Paulo

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?