Editorial
2 meses atrás

Consequências da irresponsabilidade

Estamos diante de mais uma tentativa ‘lockdown’ em vários estados do país e a situação que tendenciava a melhorar em 2021 só está piorando. Com o vírus cada vez mais agressivo e letal, o número de mortes sobe cada vez mais e podemos chegar a 3 mil por dia no mês de março. É o que prevê o Ministério da Saúde.

Consequências da irresponsabilidade
Foto: Reprodução/Pixabay

Nessa história, existem vários culpados e se não houver o esforço de todos, vamos perder essa batalha. O inimigo é invisível, difícil de exterminar e surfa nas consequências da irresponsabilidade das autoridades e de parte do povo brasileiro que dá de ombros para a situação.

Em São Paulo, com a volta à fase vermelha, comerciantes estão sendo duramente afetados, mais uma vez. Tudo indica ainda que mais empresas serão fechadas e o aumento do desemprego será inevitável. Para variar, quem paga a conta são as pessoas de bem, comerciantes e empresários.

A decisão de restringir o funcionamento de determinados comércios vem na contramão de escolas abertas e transporte público lotado. O vírus está em todo lugar e ninguém está menos propício a se contaminar que o outro. O professor, por exemplo, trabalha com vínculo e afeto aos alunos de pouca idade, sem poder cumprir o distanciamento.

São muitas contradições inexplicáveis e o que se vê é um jogo de interesses se sobrepondo mais uma vez. Só que desta vez, o pagamento pela falta de responsabilidade e disputas pelo poder e pelo egocentrismo de alguns governantes tem sido com a vida.

Isentar a população de alguma culpa também não será possível devido tamanha falta de coerência por quem se aglomera em praias, festas e baladas sem seguir os protocolos sanitários já tão conhecidos e habituais há pelo menos um ano, seja com a utilização de máscaras ou a utilização do álcool gel por exemplo. Nessa toada, surgem os teimosos, na maioria jovens, que hoje também fazem parte da estatística de mortes provocados pela Covid.

Aliás, o que estamos enfrentando agora é resultado das festas de fim de ano, férias de verão e carnaval que embora não tenha sido realizado de forma oficial, ocorreu em muitos lugares de forma clandestina.

Estamos num estágio, que não basta apenas ações do governo mas, além da fé continuar a manter os protocolos com rigor, fazendo todos a sua parte e cobrando que o façam os desobedientes.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?