Editorial
1 semana atrás

Consciência humana

No dia 20 celebramos o Dia Nacional da Consciência Negra. Feriado decretado em muitos municípios, a data surge como motivo para exaltarmos a consciência negra do povo brasileiro. Mas será que temos efetivamente essa consciência? Ou talvez, quem sabe, o racismo dissimulado, inveterado no fígado do povo, seja uma realidade muito mais presente do que se imagina?

Consciência humana
Foto: Reprodução

Quantas discussões, paixões e pontos de vista diversos verificamos em face dessa questão. Contudo, trata-se de uma oportunidade para reconhecermos a contribuição dos povos advindos do continente africano em nosso patrimônio genético, e as desumanidades que aqui foram cometidas quando formávamos este pedaço de chão.

Há algum tempo a discussão assumiu uma conotação partidária, entre intenções duvidáveis e raciocínios rasos. A questão é de profundidade, com nuanças históricas e sociológicas complexas que não comportam a filosofia de botequim que nos acostumamos a ver comercializar como se fossem verdadeiros tratados da cultura humana.

Basta entrar em uma cadeia pública para encontrar a maioria esmagadora da população carcerária de ascendência negra, o que não deve em qualquer momento levar a um raciocínio do tipo justiça seletiva ou racista. Mas sem dúvida significa percebermos a base da sociedade, aquela mais susceptível à delinquência, com franca incidência da raça negra e suas raças derivadas.

Um povo que ainda não conseguiu se miscigenar por igual, muito embora o tenha feito com muito maior incidência do qualquer outro lugar do planeta.

A questão é humanidade e civilização. Faça a seu próximo o que gostaria que fosse feito com você. A receita é essa e já passa de seus dois mil e poucos anos. O importante é refletirmos acerca do tema, e minimizarmos os feitos decorrentes de uma história de colonização. Mas faltam alguns passos ainda, e esses não se suprirão com consciência negra, branca, amarela, vermelha ou verde. Esses serão supridos somente com a consciência humana.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?